MINAS GERAIS, Belo Horizonte - No dia 10 de maio, às 19h, no Café Cultural, o programa literário do Centro Cultural Minas Tênis Clube, Letra em Cena. Como ler... apresenta a obra do poeta, ensaísta e pesquisador belo-horizontino Affonso Ávila (1928 – 2012), que será analisada por Antônio Sérgio Bueno, doutor em literatura e professor da UFMG.

Foto: divulgação

A leitura de textos de Ávila será feita pelo ator Adyr Assumpção. As inscrições gratuitas podem ser feitas no site da Sympla. Em homenagem ao autor, que completaria 90 anos em 2018, as pilastras do Café Cultural estarão revestidas por 19 poemas, escritos entre 1949 a 2005, para apreciação pelo público.

Affonso Ávila iniciou seu caminho no mundo das letras em 1949 como parte de uma geração que teve nomes como os irmãos Augusto e Haroldo de Campos, Ferreira Gullar, Darcy Ribeiro e Hélio Oiticica. “Houve uma influência mútua entre eles. No caso da presença de traços das obras dos concretistas de São Paulo sobre o poeta mineiro, destaco a valorização do espaço branco da página como agente estrutural, além do gosto pela paronomásia e o uso variado dos tipos de letra: caixa-alta, negrito, itálico etc.”, explica Antônio Sérgio Bueno.

De acordo com o especialista, a escrita de Affonso Ávila tem como característica o cuidado com a palavra. “Cada palavra escolhida por ele é pesada e medida. Esse rigor crítico e uma síntese radical são as características principais de sua escrita poética. Quanto às ‘formas clássicas’, posso afirmar que Affonso renovou profundamente a forma soneto”, diz.

Affonso Ávila foi um defensor do patrimônio cultural de Minas Gerais e contribuiu para a criação do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, o Iepha, em 1971. “Affonso Ávila é, sem dúvida, o mais completo estudioso do estilo barroco no Brasil. O elemento lúdico, tão presente nos jogos de palavras, o gosto pelas antíteses e paradoxos, tão marcantes no barroco, estão fartamente representados na poética deste autor”, explica Antônio Sérgio Bueno.

O poeta publicou 21 livros e foi vencedor do Prêmio Othon Lynch Bezerra de Mello, em 1953, com “Sonetos da descoberta”; e dos Prêmio Cidade de Belo Horizonte e Cláudio Manoel da Costa, ambos em 1961, com “Carta do solo”.

Serviço
Letra em Cena. Como ler Affonso Ávila
Data: 10 de maio, quinta-feira
Horário: 19h.
Local: Café do Centro Cultural – Rua da Bahia, 2244 – Lourdes, Belo Horizonte (MG)
Inscrições gratuitas: sympla.com.br

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31