RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Um testemunho pessoal de quem sofreu os sintomas da Covid 19, mas que, articulando com temas sensoriais da sua obra como o olfato, gerou um interessante diálogo entre o criador, a obra e o público.

Este é um dos argumentos explorados no video da paulista Josely Carvalho. A artista convidada desta sexta, 17 de julho, dentro do projeto Arte em Diálogo – Na Quarentena, que o Museu Nacional de Belas Artes/Ibram exibe a partir de 16h, nas suas redes sociais.

Multidisciplinar, mantendo ateliês no Rio de Janeiro e Nova York, Josely Carvalho desenvolve – nas ultimas quatro décadas – um trabalho que incorpora diversas mídias e procura dar voz à memória, a identidade, ao feminino e à justiça social, enquanto desafia constantemente as fronteiras entre artista e público, arte e política.

Sua pesquisa atual Diário de Cheiros, exposta no MNBA ano passado, protagoniza o olfato em sua obra visual e sonora. Trata-se de um trabalho sensorial que atravessa várias disciplinas. A ênfase no olfato, sentido esquecido na arte contemporânea, porém poderoso conector com a memória e a emoção, resulta de sua longa investigação sobre a necessidade de abrigar-nos num momento histórico em que o sentido de casa-ninho tem sido ameaçado pelas guerras, migrações, pelos desastres ecológicos e desigualdade social.

Josely Carvalho conquistou o prêmio internacional Art and Olfaction/ Sadakichi Award, em Amsterdam(2019), na categoria obra olfativa experimental com sua instalação Teto de Vidro: Resiliência apresentada no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo em 2018. Dentre as suas mais recentes exposições, além da realizada no MNBA, destacam-se Diary of Smells: Anoxia(2019) em Harvestworks em Governors Island, Nova York, EUA; Diário de Cheiros: Teto de Vidro (2018) no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo; e a coletiva Mulheres Radicais: arte latino-americana, 1960-1985 na Pinacoteca de São Paulo (2018), no Brooklyn Museum, Nova York, (2018), e no Hammer Museum, Los Angeles (2017), ambos nos EUA.

O Museu Nacional de Belas Artes/IBRAM, desenvolveu o projeto Arte em Diálogo - Na Quarentena, para proporcionar aos artistas contemporâneos e à sociedade civil uma interação afetiva e reflexiva, neste difícil momento de isolamento social.

Fonte: MNBA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31