MINAS GERAIS, Belo Horizonte - O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, convidou a equipe de gestores da Secult para uma reunião com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Em pauta: investimentos e parcerias para Minas Gerais. Além do secretário, participaram do encontro o secretário adjunto de Cultura e Turismo, Bernardo Silviano Brandão, o subsecretário de Cultura, Fábio Caldeira, a subsecretária de Turismo, Marina Simião, o presidente da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), Sérgio Rodrigo Reis, a presidente da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop), Júlia Mitraud, a presidente da Fundação Clóvis Salgado, Eliane Parreiras, a presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), Michele Arroyo, o superintendente de Fomento Cultural, Economia Criativa e Gastronomia, Maurício Canguçu, a chefe de gabinete da Secult, Maristela Rangel, e o assessor Gustavo Mendicino.

O secretário Leônidas Oliveira apresentou ao ministro uma prévia do programa para retomada da atividade turística em Minas Gerais, “projeto transversal, envolvendo as várias instituições da Secult, que apresentamos essa semana ao governador Romeu Zema e gostaríamos de compartilhar com o ministro. É um programa feito a várias mãos, construído por meio de intenso diálogo e escuta com os setores”, explicou.

O programa aponta a retomada do turismo a partir dos Circuitos Turísticos do estado. Entre algumas ações de destaque estão o alinhamento para abertura, pautado pelo Programa Minas Consciente, a elaboração de Protocolos Sanitários para 58 atividades econômicas e a capacitação de empreendedores, gestores e prestadores de serviços turísticos para o “novo normal”.

A subsecretária de Turismo Marina Simião comentou sobre a parceria entre Secult e Ministério do Turismo para a utilização de selos como “Turismo Responsável – Limpo e Seguro” para empresas da área retomarem atividades seguindo protocolos de higienização em meio à pandemia de Covid-19. Outra parceria apontada na reunião, dessa vez para a área da Cultura, foi a possibilidade de utilização do Salic web, sistema federal de cadastro e gestão de projetos na área de incentivo e fomento.

Sérgio Rodrigo Reis, presidente da EMC, destacou a importância de uma campanha para fortalecer a imagem positiva de Minas Gerais, o desafio do turismo de proximidade, a valorização do patrimônio cultural e natural dos Circuitos Turísticos e a oportunidade para reposicionamento de Minas Gerais no mercado turístico.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, disse que essa será a primeira de várias conversas que ele pretende realizar com a gestão de Minas Gerais. “As portas do Ministério estão abertas, vamos estreitar essa relação para desenvolver ainda mais o setor cultural e turístico de Minas Gerais”, reiterou.

Fonte: Secult MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31