MINAS GERAIS, Ouro Preto - Trabalho devolverá à cidade histórica de Ouro Preto uma das imagens mais características.


Foto: Filipe Barboza (Ascom/ FAOP)

O projeto de restauro, feito com a orientação do professor do Curso Técnico em Conservação e Restauro da FAOP, Sílvio Luiz Rocha, tem o objetivo de restituir a integralidade da escultura e interromper os processos de degradação, preservando a sua imagem simbólica e documental. A coordenadora do Laboratório, Bianca Monticelli, explica que “o Labcor, além de elaborar o projeto, ficou responsável por fazer essa ponte entre a Ufop e os órgãos responsáveis para sua aprovação. Sob responsabilidade da Ufop, será contratado um profissional de cantaria para a execução da obra, e o Labcor vai acompanhar todo o procedimento”.

A presidente da FAOP, Julia Mitraud, destaca a importância da recuperação da cruz. “Erguida sobre a Capela de Nossa Senhora da Conceição, oratório do Palácio dos Governadores, que teve segundo estudiosos, os ornamentos do plinto do arco do retábulo entalhados pelo Aleijadinho, a cruz da Escola de Minas, como é conhecida, é uma das imagens mais características da cidade. Vindo da Igreja das Mercês de Cima, focaliza-se a capela e o cruzeiro da Escola de Minas, com o Pico do Itacolomi ao fundo, formando um cenário de singular beleza. Esta imagem ficou prejudicada por danos causados por infiltrações ao longo dos anos, o que provocou a queda do cruzeiro e de um dos pináculos laterais da capela após o pouso de uma ave, que serão agora integramente restaurados e reintegrados à paisagem de Ouro Preto”, conta.

O trabalho, que ainda não tem prazo para ser iniciado devido ao período de distanciamento social, será financiado pela Fundação Gorceix. O diretor do Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas, Hernani Mota de Lima, salienta a parceria entre as instituições. “A restauração da cruz da capela da Escola de Minas finalmente será realizada graças à parceria da FAOP com a Ufop, na elaboração do projeto, e graças ao financiamento da obra pela Fundação Gorceix”, ressalta.


Foto: Hernani Mota de Lima (Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas/UFOP)

Labcor
Voltado para acervos públicos e particulares, o Laboratório de Conservação e Restauro Jair Afonso Inácio (Labcor) da FAOP presta serviços no campo da restauração de bens integrados móveis e imóveis, além de laudos técnicos que oferecem diagnósticos das obras. Interessados nos serviços podem entrar em contato pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A Fundação de Arte de Ouro Preto é uma entidade vinculada à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult).

Fonte: Secult MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31