RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Palco do desembarque da Família Real Portuguesa no Brasil, em 1808, e revitalizada com a recente inauguração da Orla Prefeito Luiz Paulo Conde, a Praça XV de Novembro, no centro do Rio de Janeiro, abriga desde ontem (10) até domingo (12) uma autêntica festa lusitana.

Trata-se da primeira edição da Festa dos Santos Populares Portugueses, que comemora o mês de Santo Antônio, São João e São Pedro. É o mais tradicional período festivo de Portugal, e deu origem às festas juninas brasileiras.

Música, arte popular, literatura e gastronomia formam o cardápio de uma virada cultural, gratuita e aberta ao público, e que engloba, além do agora amplo espaço aberto da praça, o Paço Imperial e o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), localizado nas proximidades. “A ideia é proporcionar uma experiência completa, unindo tradição e contemporaneidade em um fim de semana repleto de cultura, que vai festejar com alegria as delícias de Portugal”, explica a idealizadora e curadora do festival, Connie Lopes.

A curadora escolheu o dia 10 para abrir a festa por ser o Dia de Portugal, da morte do poeta Luís Vaz de Camões (1524-1580) e das comunidades portuguesas. O festival conta extensa programação de shows, aberta na noite desta sexta-feira com o grupo Raízes Ibéricas, a banda Deolinda, que faz um pop contemporâneo inspirado no fado, e o premiado DJ MAM.

Artistas brasileiros também se apresentam na festa, como a sanfoneira Lucy Alves, o violinista Nicolas Krassik (francês radicado no Rio) e seu grupo Cordestinos, e o Forró do Kiko. No dia 12, em homenagem a Santo Antônio, o santo casamenteiro, e ao Dia dos Namorados, a Orquestra Imperial conduzirá um baile romântico em plena praça.

Em torno do palco, barracas e foodtrucks oferecem o melhor da gastronomia lusitana, como sardinhas assadas na brasa, bacalhau sob diversas formas e pastéis de nata, além de vinho e cerveja artesanal. No Paço Imperial, há sessões de degustação e um workshop culinário.

Ainda no Paço, foi montada uma exposição de “cascatas” - maquetes que reproduzem a vida nas cidades, com visitação das 12h às 19h, sábado e domingo. O espaço cultural também abrigará palestras do historiador brasileiro Laurentino Gomes, autor de 1808 e outros livros que abordam a relação Brasil-Portugal, e de seu colega português Jorge Couto.

O comediante Luís Lobianco, do grupo Porta dos Fundos e o ator Ricardo Pereira farão, no domingo, às 17h30, leitura de poemas portugueses no palco da praça. No CCBB será exibido em duas sessões, no sábado, às 15h30 e às 18h30, o documentário Ba(p)tismo de Terra, que conta seis histórias de sucesso da imigração portuguesa no Rio de Janeiro.

Fonte: Agência Brasil - Paulo Virgílio

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31