MINAS GERAIS, Ouro Preto - A partir deste ano, o projeto Releitura do Acervo do Museu da Escola de Minas, coordenado pelo professor Almir Aparecido Malta Ferreira, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, inicia o processo de catalogação do acervo dos setores de Astronomia, Desenho e Topografia do Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas da UFOP.

São dez alunos, bolsistas e voluntários de diversas áreas envolvidos em descrever todas as peças que ainda não possuem registros completos, com o objetivo de fazer com que os visitantes conheçam novas informações sobre o que está exposto.

Além do registro das especificidades técnicas dos objetos, existe o processo do levantamento sistemático das características funcionais e aplicabilidade, vinculados ao contexto histórico dos acessórios, utensílios e ferramentas do acervo, a fim de divulgar à comunidade as formas de trabalho ao longo do tempo.

Após realizar tal processo, espera-se que o Museu ganhe maior visibilidade no cenário nacional e internacional, contribuindo para a maior circulação de público no espaço e no aprendizado de alunos e professores tanto da UFOP quanto de outras universidades e escolas.

O coordenador afirma que esse projeto será de grande importância tanto para a Universidade quanto para a comunidade. “O projeto irá coletar, divulgar informações e disponibilizar peças históricas que agregam alto valor ao nosso conhecimento de maneira acessível e didática”, ressalta Ferreira.

Observatório Astronômico
Com o auxílio do telescópio refrator de 200mm, um dos maiores do Brasil no gênero, instalado no Observatório Astronômico da Escola de Minas, o projeto visa também acompanhar a atividade do Sol, trabalho coordenado pelo próprio Almir, professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, e sob orientação do professor Gilson Nunes, coordenador do observatório.

O estudo acontece por meio do acompanhamento diário da superfície do Sol na região de Ouro Preto. Esses dados, após coletados, serão distribuídos via internet para o público e para outros centros de pesquisa, para que estudos mais avançados possam ser feitos.

Outra etapa do projeto será possibilitar visitas orientadas ao Observatório Astronômico e à exposição de Astronomia, Desenho e Topografia do Museu para escolas. Essas visitas aconteceriam durante o dia com a realização de observações do Sol pelo método da projeção solar.

Fonte: UFOP - Gabriel Campbell

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31