MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Entre os dias 27 e 30 de junho, a UFMG acolherá a primeira edição do Seminário Permanente RARIORUM – estudos em cultura material, arte e coleções.

La familia del longko Inakayal. Prisionera en el Museo de La Plata (1886)/ Foto: divulgação UFMG

Segundo o Dr. René Lommez Gomes (ECI, UFMG), organizador do evento e líder do núcleo de pesquisa, o Seminário Permanente RARIORUM pretende ser um evento acadêmico contínuo, com ao menos duas edições por ano. Seu objetivo é incentivar e aprofundar os debates interdisciplinares nos campos de estudos da história das práticas de colecionamento e dos processos museais, da produção e da circulação global de elementos materiais da cultura, e dos processos de formação e de gestão de coleções privadas e institucionais, nas eras moderna e contemporânea.

O evento buscará levar ao público processos e resultados das pesquisas desenvolvidas por membros e colaboradores do RARIORUM, visando fomentar o estreitamento de parcerias entre pesquisadores, estudantes e profissionais de instituições nacionais e estrangeiras. A cada edição do Seminário, serão apresentados trabalhos de pesquisadores convidados das áreas da Ciência da Informação, Museologia, Biblioteconomia, Arquivologia, História, História da Arte, Antropologia e outras áreas afins.

Nesta primeira edição, o Seminário será composto por 5 conferências, 5 mesas temáticas e 1 sessão de apresentação de pôsteres, somando mais de 20 comunicações de pesquisas e processos curatoriais desenvolvidos em instituições nacionais e estrangeiras. Destaca-se, na programação do evento, um conjunto de comunicações de pesquisas em torno da circulação e do colecionamento de objetos em vários espaços dos continentes americano, africano e europeu, entre os séculos XVI e XIX. A temática será abordada por pesquisadores como o Dr. João Brigola (Universidade de Évora) e os doutores Júnia Ferreira Furtado, Eduardo França Paiva, Vanicléia Silva Santos e René Lommez Gomes (UFMG).

Professora na Universidad Nacional de La Plata (Argentina), a Drª. Jacqueline Sarmiento apresentará duas conferências. A primeira, a ocorrer na tarde do dia 27, tratará do processo pioneiro restituição de acervos – sobretudo de restos humanos – às comunidades de origem, encabeçado pelo Museu de La Plata. Segundo a investigadora, “estar dentro do museu é uma maneira de afastar os índios da nação, já que esta construção acabou por torná-lo ‘o outro’ num período em que a Argentina empreendia uma guerra contra os ameríndios, a expansão de suas fronteiras e a definição de uma identidade nacional. Os processos de restituição, iniciados na década de 1990, abriram perguntas sobre o profundo significado dos povos indígenas e de suas culturas entrarem e saírem dos museus”.

Esta fala se articulará com a conferência a ser proferida pela Drª Manuelina Cândido Duarte (UFG e Université de Lille), que abordará os significados dos 130 de circulação internacional de coleções de bonecas Karajá entre o Brasil e a Alemanha.

Na sua segunda conferência, a Drª. Jacqueline Sarmiento falará sobre a história do Museo de la Mujer da Argentina, a primeira instituição do gênero na América Latina. De acordo com a investigadora, “a fundação do museu está ligada à busca do movimento de mulheres da Argentina pela construção de um espaço próprio de memória e expressão”. Organizadora do Programa de voluntariado, que mantém as atividades do museu, a professora defende que este sistema “permite refletir-se sobre o individual e coletivo em um museu gerido através da economia colaborativa”.

A participação no evento é livre e gratuita, não havendo necessidade de inscrição prévia.

Estudantes de graduação e pós-graduação que estiverem interessados em participar poderão se inscrever na disciplina "Tópicos Especiais em Ciência da Informação: História das coleções, cultura material e informação", do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFMG. Realizando a inscrição na disciplina, a participação no evento poderá ser convertida em uma disciplina 1 crédito (15hs), de acordo com as regras de cada curso. Para tanto, os discentes deverão procurar a Seção de Ensino do PPGCI (segundo andar da ECI), entre 20 e 26 de junho, de segunda a sexta-feira, nos horários de 09:00 às 11:30 e de 14:00 às 16:30.

Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

RARIORUM – Núcleo de Pesquisa em História das Coleções e dos Museus
A familia do cacique Iongko Inakayal, que vivia presa no interior do Museo de La Plata. Após os falecimentos, os restos mortais dos indígenas foram incorporados ao acervo do museu. Foto: Autor desconhecido, 1886. Acervo institucional.

PROGRAMAÇÃO

DIA 27 DE JUNHO
09:00 – ABERTURA
MESA DE ABERTURA COM REPRESENTANTES INSTITUCIONAIS
09:30 – CONFERÊNCIA INAUGURAL
COLEÇÕES, COLECIONADORES E MUSEUS NO SÉCULO XVIII: as fontes e a sua crítica
DR. JOÃO BRIGOLA, Universidade de Évora (Portugal)
10:30 – INTERVALO
11:00 – MESA 1- A VIDA GLOBAL DOS OBJETOS
QUE DIZEM OS RELATOS DE VIAGEM SOBRE OS MARFINS NO BRASIL? Apontamentos sobre a circulação de objetos em marfim nos séculos XVII e XVIII
DRª. VANICLÉIA SILVA SANTOS, Universidade Federal de Minas Gerais
OS CRUCIFICADOS DO “INVENTARIUM MARAGNONENSE”, DO PASSADO COLONIAL A UM PRESENTE CONTURBADO. trajetórias de objetos de marfim pertencentes aos jesuítas do Maranhão e do Grão-Pará
Mª ISIS DE MELO MOLINARI ANTUNES, Universidade Federal do Pará
OBJETOS GLOBAIS DE EX-ESCRAVAS EM TESTAMENTOS E INVENTÁRIOS POST-MORTEM - MINAS GERAIS, SÉCULO XVIII
DR. EDUARDO FRANÇA PAIVA, Universidade Federal de Minas Gerais
12:00 – SESSÃO DE PÔSTERES - PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFÍCA E DE VIVÊNCIA PROFISSIONAL

DIA 28 DE JUNHO
08:30 – MESA II – NOVAS PESQUISAS EM HISTÓRIA DAS COLEÇÕES E DOS MUSEUS
AD MAIOREM DEI GLORIAM: práticas de colecionamento nas atividades da Companhia de Jesus (século XVII)
CAROLINA VAZ DE CARVALHO, FAJE- MG, mestranda PPGHS-USP
DO KEMET PARA A MANCHESTER MINEIRA: a formação da coleção de antiguidades egípcias da Viscondessa de Cavalcanti
ANDRÉ ONOFRE L. CHAVES, mestrando PPGH-UFMG
MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL: ressignificação e uso das coleções museológicas
DIEGO ALMEIDA LOPES, mestrando PPGH-UFMG
O MUSEU DE CIÊNCIAS MORFOLÓGICAS DA UFMG E O PÚBLICO ESCOLAR
PATRÍCIA CARLA O. CARNEIRO SILVA, doutoranda PPGCI-UFMG
09:30 – INTERVALO
10:00 – MESA III – HISTÓRIA E GESTÃO DE COLEÇÕES UNIVERSITÁRIAS
MEDIAÇÃO: DR. RENÉ LOMMEZ GOMES, Universidade Federal de Minas Gerais
BIBLIOTECAS PARTICULARES E A FORMAÇÃO DE COLEÇÕES BIBLIOGRÁFICAS NA UFMG: relatos de experiências sobre esquecer e preservar
Mª. DINÁ MARQUES PEREIRA ARAÚJO, Universidade Federal de Minas Gerais
AS COLEÇÕES ARTÍSTICAS DA UFMG: formação e novos parâmetros de tratamento
DRª. ANA MARTINS PANISSET, Universidade Federal de Minas Gerais
CIRCULAÇÕES DE PROFISSIONAIS, ARTISTAS E OBRAS DE ARTE NA HISTÓRIA DO MUSEU DE ARTE DA UFC
DRª. CAROLINA RUOSO, Universidade Federal de Minas Gerais
11:00 – CONFERÊNCIA
CIRCULAÇÃO DE COLEÇÕES DE BONECAS KARAJÁ BRASIL-ALEMANHA, 130 ANOS
DRª. MANUELINA CÂNDIDO DUARTE, Universidade Federal de Goiás
14:00 – MESA IV – COLEÇÕES INSTITUCIONAIS E A CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA
MEDIAÇÃO: DR. CARLOS ALBERTO ÁVILA ARAÚJO, Universidade Federal de Minas Gerais
RAMIZ GALVÃO E A BIBLIOTECA NACIONAL COMO VITRINE DA NAÇÃO
DRª. ANA PAULA SAMPAIO CALDEIRA, Universidade Federal de Minas Gerais
DA PRÁTICA ANTIQUÁRIA À FORMAÇÃO DOS MUSEUS: a materialidade das Minas Gerais no Museu do Ouro
DR. JEZULINO LÚCIO M. BRAGA, Universidade Federal de Minas Gerais
ATOS COLECIONADORES: olhar bibliotecário e flerte informacional
DR. LEONARDO RENAULT, Universidade Federal de Minas Gerais
15:00 – INTERVALO
15:30 – MESA V – MATERIALIDADE, VISUALIDADE E COLECIONISMO
MEDIAÇÃO: DRª ANA MARTINS PANISSET, Universidade Federal de Minas Gerais
UMA JANELA PARA O ENGENHO MASSIAPE: objetos brasileiros e narrativas biográficas nos interiores das residências batavas
DR. RENÉ LOMMEZ GOMES, Universidade Federal de Minas Gerais
CULTURA MATERIAL E MATERIALIDADE DA ESCRITA
DRª. MÁRCIA ALMADA, Universidade Federal de Minas Gerais
COLECIONISMO E GOSTO: Dom João V, Dom Luís da Cunha e a Biblioteca Régia
DRª. JÚNIA FERREIRA FURTADO, Universidade Federal de Minas Gerais
16:30 – INTERVALO
17:00 – CONFERÊNCIA
FORA DA NAÇÃO, DENTRO DO MUSEU. Fronteiras, alteridades e restituições de acervos indígenas no Museo de La Plata
DRª. JACQUELINE SARMIENTO, Universidad Nacional de La Plata, Argentina
18:00 – CONFERÊNCIA
REPENSANDO COLEÇÕES. A ampliação do acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo entre os anos 1996 e 2000.
DR. TADEU CHIARELLI, Universidade de São Paulo

DIA 29 DE JUNHO
14:00 – CONFERÊNCIA
em parceria com grupo de pesquisa MEIO – Museus, Educação, Imagens e Oralidades, UFMG
O PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DO MUSEO DE LA MUJER (BUENOS AIRES): das trajetórias individuais à experiência coletiva.
DRª. JACQUELINE SARMIENTO, Universidad Nacional de La Plata, Argentina

DIA 30 DE JUNHO
09:00 – REUNIÃO INTERNA DOS PESQUISADORES
PROJETO CONJUNTO “A ICONOGRAFIA DAS MULHERES INDÍGENAS NAS CIDADES DA AMÉRICA COLONIAL”, Universidade Federal de Minas Gerais e Universidad Nacional de La Plata, Argentina.

Fonte: SEC MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31