SÃO PAULO, São Paulo - Espaço público e participação cidadã: o exemplo da Vila Romana. Este é o tema da palestra que será realizada neste sábado, dia 10, às 16 horas, na Casa Amarela da Vila Romana, pelo professor Leonardo Mello e Silva, do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

O professor é membro fundador do Mover, um movimento de oposição à verticalização do bairro da Vila Romana, em São Paulo, que surgiu em 2003 após a derrubada de duas fábricas históricas da região. A entrada é grátis.

Construída em 1921 pelo imigrante italiano Angelo de Bortoli, a Casa Amarela da Vila Romana hoje funciona como um centro de exposições e divulgação da cultura – com frequente participação de professores da USP e pesquisadores formados pela Universidade. Ela é de propriedade da artista Janice de Piero, neta de Angelo de Bortoli.

A Casa Amarela foi construída em 1921 (Foto: Soraia Pierrot)

“A relação íntima estabelecida com os moradores da região abre espaço para pessoas não familiarizadas com arte contemporânea, possibilita trocas e encontros entre diferentes esferas sociais e intelectuais”, afirma Janice, no texto de apresentação da casa publicado no seu site. “A casa sempre oferece uma obra fixa, uma instalação de caráter instigante e reflexivo. Durante o tempo em que a instalação fica em cartaz, outras coabitações acontecem, os visitantes contribuem com propostas de ações artísticas, culturais e educativas para o espaço expositivo.”

A Casa Amarela da Vila Romana fica na Rua Camilo, 955, Vila Romana, em São Paulo, telefone (11) 97512-0704.

Mais informações em www.janicedepiero.art.br/casa-amarela.

Fonte: Jornal da USP - Redação

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31