SÃO PAULO, São Paulo - O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, foi instituído em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo. Desde então, esse dia oferece a oportunidade de valorizar e estimular temas relacionados ao assunto.

No mês em que se comemora essa data especial, 33 unidades do SESC da capital, interior e litoral promovem ações educativas que estimulam a percepção sobre como a população lida com as questões ambientais.

Há dez anos, o Sesc São Paulo concentra uma série de ações socioeducativas em sua programação. Neste ano, o foco é a questão das áreas verdes urbanas. A escolha desse recorte encontra sintonia com diversos coletivos de mobilização social atuantes na conservação de praças, parques e hortas urbanas. Já nas áreas mais afastadas dos grandes centros, a lógica do desenvolvimento, por vezes, desconsidera a relevância das áreas verdes em favor de outras necessidades, como moradia, consumo e serviços.

Passeio ciclístico
Contudo, é inegável que as áreas verdes contribuem para a saúde ambiental, uma vez que ajudam na melhoria do microclima e na qualidade do ar, regulando a umidade e a temperatura; atraem e mantêm a biodiversidade; permitem maior permeabilidade e fertilidade do solo; preservam as nascentes e os cursos d’água; e, além disso, auxiliam no conforto acústico atenuando os níveis de ruído.

De maneira integrada, a programação do Sesc oferecerá atividades que buscam sensibilizar os participantes para o uso cuidadoso e a conservação desses espaços como lugares de bem-estar e convívio.

Fonte: Jornal do Brasil

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31