RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - O Museu do Amanhã lança a exposição Inovanças – Criações à Brasileira, refletindo o povo brasileiro que, em meio a adversidades, procura novas maneiras de se criar e de se reinventar, driblando dificuldades e, de um jeito único e inovador, consegue ver oportunidade no imprevisto.

A mostra ficará em cartaz até 22 de outubro.

A necessidade de errar, de valorizar a tecnologia social e como os brasileiros inovam no país são os três grandes temas que vão nortear a discussão do seminário 'Inovanças: a inovação feita no Brasil' que acontece no dia 16 de agosto, no auditório do Museu do Amanhã, das 9h30 às 14h30.

O evento é uma realização do museu em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Entre os convidados está Joana D’arc Félix, brasileira que é PhD em Harvard, superou a fome e preconceito e, atualmente, soma 56 prêmios em sua carreira. Ela desenvolveu uma pele artificial a partir da epiderme de porco que pode ajudar na recuperação de queimaduras em humanos. Além dela, o jovem Ronaldo Tenório, desenvolvedor do aplicativo Hand Talk, software que traduz o português oral e escrito para Libras (Língua Brasileira de Sinais) de modo on-line. O Hand Talk recebeu em 2013 o prêmio de melhor aplicativo social do mundo pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Mais informações: https://museudoamanha.org.br/pt-br/content/uma-viagem-pelas-cria%C3%A7%C3%B5es-no-brasil

Fonte: Faperj

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30