DISTRITO FEDERAL, Brasília - Exposição, palestra e apresentações literária, de balé e de música compõem nesta sexta-feira (12) a programação especial em homenagem aos 206 anos da Biblioteca Central do Estado da Bahia.

Fundada em 13 de maio de 1811, a biblioteca é a mais antiga da América Latina. Na época da criação, disponibilizava ao público um acervo de 3 mil obras. Atualmente, são cerca de 600 mil, entre livros, jornais, revistas e matérias em audiovisuais. O acervo é composto ainda por rico material bibliográfico sobre a o estado da Bahia, personalidades, artistas e escritores baianos. Em 2016, recebeu 38,2 mil visitantes, com o setor de periódicos sendo um dos mais consultados (14 mil leitores).  

Uma das atividades comemorativas desta quinta-feira foi a palestra O papel da biblioteca pública no século XXI, pelo diretor do Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Ministério da Cultura (MinC), Cristian Brayner. "A finalidade da biblioteca nos tempos atuais é que ela se transforme em um espaço democrático, que atenda as demandas de informação e de empréstimo de livros e também garanta a plena cidadania, envolvendo trabalho, cultura e empoderamento de minorias", destacou.

Para Brayner, Biblioteca Central do Estado da Bahia soube evoluir com o tempo: "Ela nasceu como uma biblioteca escravagista e, hoje, é republicana e tem que ser democrática e dialogar com outras linguagens artísticas, oferecendo serviços desde filmes a coleções, teatro, exposições, permitindo que as comunidades também produzam acervos", afirmou.  

Também como parte das comemorações, a biblioteca recebeu mais de 110 mil obras, como parte da proposta de renovação e atualização do acervo. Desse conjunto, 100 mil foram doados pelo Ministério da Cultura, a partir de acordo firmado no início do ano com a Fundação Pedro Calmon. E outras 13 mil unidades estarão disponíveis a partir desta sexta-feira (12), quando ocorrerá doação dos livros pela Assembleia Legislativa do Estado da Bahia e da Fundação Casa Jorge Amado.

As comemorações pelos 206 anos da Biblioteca Central do Estado da Bahia foram coordenadas pela Fundação Pedro Calmon, responsável pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas da Bahia.

Fonte: MinC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31