MINAS GERAIS, Belo Horizonte - O Centro Cultural Minas Tênis Clube recebe, entre 11 de abril e 11 de junho, na Galeria de Arte, a exposição inédita “Guignard e a paisagem mineira – o antes e o depois”.

São cerca de 90 obras de mais de 60 artistas. Serão expostas 20 telas do mestre Alberto da Veiga Guignard (1896 – 1962), que mostram as paisagens mineiras, e mais obras de outros tantos artistas que retrataram as mesmas paisagens antes do mestre e também depois, já com traços influenciados pelo pintor. A curadoria é de Priscila Freira e a realização está a cargo da Objeto Design, em parceria com o Centro Cultural Minas Tênis Clube e tem coordenação da Articular Gestão Cultural e Comunicação.

A exposição “Guignard e a paisagem mineira – o antes e o depois” tem como objetivo apresentar a obra e a genialidade do mestre e, a partir da sua produção na paisagem, traçar um paralelo no tempo apresentando as mudanças ocorridas na representação e interpretação da paisagem mineira antes e depois de Guignard. Dessa forma, o passeio pelos 412m2 da Galeria irá possibilitar a apreciação de obras de diversos artistas sobre paisagens de cidades de Minas como Belo Horizonte, Sabará e Ouro Preto e algumas que o mestre denominava como Paisagens Imaginárias.

Segundo a curadora Priscila Freire, esta exposição se faz necessária no que tange a apresentação de trabalhos do mestre que trouxe para o país, especialmente para Minas uma nova forma de fazer a arte. “Guignard foi um divisor de águas. Trouxe novas técnicas e um olhar moderno de quem veio da Europa onde estudou na Alemanha e viajou pela Itália e França, num momento em que a arte passava por grandes modificações de conteúdo e visão. É indiscutível seu valor artístico. Para o público não é apenas um prazer, mas uma provocante sensação de estar diante de uma obra reconhecida internacionalmente”, explica.

A exposição colocará disponível para os olhos do grande público parte da produção de paisagem mineira do final do século XIX até a contemporaneidade. Assim, estarão expostas obras de mais de 60 artistas de Minas Gerais que retrataram a paisagem mineira em sua produção. É importante lembrar que a representação de paisagens é muito forte na produção artística de Minas Gerais e, é perceptível que a paisagem forma panoramas diversos na produção artística, passando pelos modernistas até os contemporâneos. De acordo com a coordenadora da exposição, Eliane Parreiras, “as paisagens de Minas realizadas por Guignard ocupam lugar destacado na tradição paisagística nacional. E podemos afirmar que sua obra influenciou não só seus alunos, mas artistas de seu período até a contemporaneidade”.

As obras foram cedidas por museus públicos de Minas Gerais (Museu de Arte da Pampulha, Museu Casa Guignard, Museu da Inconfidência, Museu Histórico Abílio Barreto, Museu Mineiro, Arquivo Público Mineiro e Escola Guignard), diversos colecionadores particulares e importantes galerias do Estado.

A exposição, “Guignard e a paisagem mineira - o antes e o depois”, foi viabilizada por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura com os patrocinadores Automax, Silvio Ximenes e Banco Olé e tem o apoio da Rede Globo Minas. A exposição também é viabilizada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, por meio dos apoios da Faculdade Estácio, MaterDei Rede de Saúde, Ayres, Líder Aviação, Data Engenharia, Banzai, Banco Bonsucesso e Grupo ForteBanco. Realização do Minas Tênis Clube e Objeto Design.

Projeto Educativo
Além de ser uma exposição inédita, “Guignard e a paisagem mineira – o antes e o depois”oferecerá o projeto educativo intitulado “O Lirismo de Guignard”. Serão oferecidas visitas mediadas a grupos agendados e de escolas; oficinas para públicos de diversas idades; material de reflexão e atividades para professores; além de atividades lúdicas e dinâmicas com os visitantes. Será disponibilizado um sistema interativo criado exclusivamente para a exposição que apresentará a vida e obra de Guignard, além de atividades interativas para que os visitantes possam construir suas próprias paisagens.  

Exposição: Guignard e a paisagem mineira - o antes e o depois
Data: 11 de abril até 11 de junho
Entrada: franca
Classificação: livre
Horários: de terça a sábado: 10h às 20h. Domingos e feriados: 11h às 19h
Local: Galeria de Arte Minas Tênis Clube - Rua da Bahia 2244, Lourdes.

Fonte: SEC MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31