DISTRITO FEDERAL, Brasília - A primeira reunião do grupo de trabalho que vai definir o projeto de requalificação do Parque Nacional Histórico dos Guararapes, na região Metropolitana do Recife (PE), foi realizada nesta segunda-feira, no Ministério da Cultura (MinC).

A representante do ministério foi a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Débora Albuquerque. Também participaram do encontro representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e de setores do Exército ligados à gestão do parque.

Débora Albuquerque defendeu que o projeto de recuperação leve em consideração os aspectos sociais dos moradores que vivem nas áreas internas do parque. De acordo com ela, a ideia do ministro da Cultura, Roberto Freire, é ampliar o memorial que reconta a história da Batalha dos Guararapes - travada em dois confrontos entre o exército da Holanda e os defensores do Império Português no Morro dos Guararapes, atual município de Jaboatão dos Guararapes.

"O objetivo do MinC é permitir que o parque seja um polo cultural onde todo o valor histórico da região seja ressaltado. É fundamental que todos os brasileiros conheçam o parque, tornado-o mais acessível", destacou. De acordo com os participantes da reunião, a intenção é transformar a área também em um parque urbano que sirva como espaço de recreação para a comunidade.

Iphan
O diretor do Departamento de Fiscalização Patrimonial do Iphan, Andrei Schlee, explicou que o Iphan começa, neste momento, a discutir a figura jurídica de um parque histórico. "Atualmente só temos dois: o de Guararapes e o Parque Nacional das Missões. A primeira providência é identificar as famílias que vivem em situação de risco. O futuro dos Guararapes passa por uma articulação que deve considerar o diálogo com a população", ponderou.

Os representantes do Exército, que acompanham o projeto no Parque, destacaram que já estão sendo tomadas as providências para garantir a revitalização da área. A segunda reunião do grupo de trabalho será promovida em abril próximo, no Recife. Devem participar do encontro representantes da prefeitura da capital pernambucana, Exército, Iphan e dos ministérios da Cultura, Defesa e Cidades. "A preocupação social é coletiva e certamente irá nortear nossos trabalhos daqui para frente", assegurou a secretária Débora.

Fonte: MinC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31