SANTA CATARINA, Florianópolis - Nada menos do que seis artistas estarão com suas obras em exposição no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), a partir do dia 7 de dezembro.

A sala Harry Laus recebe a mostra Guerra do Contestado - Arte e História com obras do artista Hassis. Já o espaço expositivo do museu apresenta os trabalhos de cinco artistas plásticas selecionadas para o 4º Ciclo de Exposições do MASC: Desenhos, de Flávia Duzzo; The Final Cut, de Karina Zen; Linha 3, de Sonia Beltrame; Tempo, de Neide Pelaez de Campos; e Híbrido, de Roberta Tassinari. Todas as mostras ficam abertas à visitação gratuita, de terça-feira a domingo, das 10h às 21h, até 5 de fevereiro.

Guerra do Contestado - Arte e História - Hassis
Em uma parceria entre a Fundação Hassis, MASC, FCC, Museu do Contestado e Museu Histórico do Rio de Janeiro, a exposição apresenta uma das séries mais importantes do artista Hassis, que em 2016 completaria 90 anos de idade. A exposição, que esteve no Museu Histórico do Rio de Janeiro durante as Olimpíadas no Brasil, narra, por meio de 78 desenhos, a visão do artista sobre a Guerra do Contestado, que devastou parte de Santa Catarina e do Estado do Paraná.

O destaque fica por conta do painel O Contestado – Terra Contestada, finalizado em 1985, dividido em sete módulos com um total de 12,6 metros de largura por 2,75 metros de altura de pintura em acrílico. Conta em fases a história da guerra, os conflitos, a fé religiosa, os mercenários, as grandes empresas, o trem de ferro, que é o mais importante registro pictórico sobre o episódio que devastou o vale e matou cerca de 20 mil pessoas. Em 2016, completam-se 100 anos do fim da guerra.

Compõe a exposição, ainda, um documentário produzido pela FCC e um vídeo que mostra o artista, sua relação e sua produção em torno do tema. A curadoria da exposição é de Denilson Antonio.

Sobre o artista
Hiedy de Assis Corrêa, conhecido pelo nome artístico de Hassis, nasceu em Curitiba (PR), em 27 de julho de 1926. O pintor integrou o Grupo Sul, formado por artistas e intelectuais de vanguarda reunidos em torno da Revista Sul, fundada em 1948 em Florianópolis. Ao longo da década de 1950, produziu diversas aquarelas que mostravam a sua visão de elementos da paisagem natural e humana de Santa Catarina, como o boi-de-mamão, os engenhos, o vento sul e a Ponte Hercílio Luz. Estas obras foram reunidas na sua primeira exposição, em 1957.

Um ano depois, ajudou a formar o Grupo de Artistas Plásticos de Florianópolis (GAPF). Na década de 1960, dedicou-se à pintura mural, produzindo o mural Humanidade para a Capela Santíssima Trindade, o Contestado – terra contestada, hoje no Museu do Contestado, em Caçador e o mural do Aeroporto Hercílio Luz.

Morreu em 2001, mesmo ano em que foi criado em Florianópolis o Museu Hassis, que reúne obras produzidas desde 1944. É patrono da cadeira 28 da Academia Catarinense de Letras e Artes.

Serviço:
O quê: Exposição Guerra do Contestado - Arte e História – Hassis
Onde: Sala Harry Laus - Museu de Arte de Santa Catarina (MASC)
Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Abertura: 7 de dezembro, às 19h
Visitação: de 8 de dezembro a 5 de fevereiro. De terça-feira a domingo, das 10h às 21h.
Entrada gratuita
Informações: (48) 3664-2630

O quê: Exposições do 4º Ciclo do Edital do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC)
Onde: Espaço expositivo do Museu de Arte de Santa Catarina
Abertura: 7 de dezembro, às 19h
Visitação: de 8 de dezembro a 5 de fevereiro. De terça-feira a domingo, das 10h às 21h.
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita
Informações: (48) 3664-2630

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31