MINAS GERAIS, Belo Horizonte - A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC) e do Museu da Imagem e do Som (MIS), lançou o catálogo “A Cultura Cinematográfica em Cartaz”, publicação que disponibiliza todo o acervo de cartazes do MIS para consulta on-line.

O trabalho é fruto de um projeto da Associação dos Amigos do Centro de Cultura Belo Horizonte, com incentivo do Iberarchivos - Programa ADAI e da Agencia Española de Cooperación Internacional. O catálogo pode ser acessado no site www.bhfazcultura.pbh.gov.br, dentro da Biblioteca Virtual.

A publicação reúne cerca de 700 cartazes, organizados em ordem alfabética e em um índice cronológico que apresenta as produções desde a década de 1920. Os impressos são provenientes de antigas distribuidoras de filmes, colecionadores, cineastas e pesquisadores. Além das imagens, o catálogo recuperou também informações fílmicas e sobre as técnicas utilizadas na criação e na impressão dos cartazes.

Para a gestora do MIS e coordenadora do projeto, Siomara Faria, o projeto é um importante passo na preservação digital do acervo da instituição e na ampliação do acesso aos materiais. “Trata-se de uma ação que tem como fim ampliar o acesso a peças que constituem parte da memória cinematográfica, do design e da arte gráfica”, disse. Siomara ressalta ainda que não se trata de uma ação isolada. “A médio e a longo prazo pretendemos digitalizar os demais acervos da instituição, como o fotográfico e o fílmico, além de lançar uma nova publicação contendo um inventário do acervo tridimensional do MIS-BH”, completa.

O catálogo é ainda um desdobramento da exposição “A Cultura Cinematográfica em Cartaz”, que inaugurou o MIS – Cine Santa Tereza em abril deste ano. Sob curadoria da artista visual e pesquisadora Soraia Nunes Nogueira, também do MIS, a exposição levou ao público importantes exemplares do acervo de cartazes da instituição e propôs uma reflexão sobre o design gráfico e a produção dos impressos de divulgação dos filmes.

Ao longo deste ano, todos os cartazes passaram por tratamento e conservação por meio de um minucioso trabalho realizado por uma equipe de restauradores, sob a coordenação de Juliana Fabrino, conservadora do MIS-BH. Após o tratamento, os impressos foram digitalizados no Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte e posteriormente catalogados, com o intuito de dar acesso às imagens e ao conteúdo dos cartazes.

Todos os cartazes também podem ser consultados pessoalmente na sede do Museu da Imagem e do Som (Avenida Álvares Cabral, 560, Centro), de segunda a sexta, das 9h às 18h, mediante agendamento pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Fonte: Prefeitura de BH

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31