DISTRITO FEDERAL, Brasília - Em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, o deputado federal Roberto Freire (PPS-SP) tomou posse nesta quarta-feira (23/11) como ministro da Cultura. Ele substitui o diplomata Marcelo Calero, que pediu demissão na última sexta-feira.

Em breve ato, com a participação de familiares e parlamentares, Freire destacou o compromisso com o contínuo processo de reforma do Ministério da Cultura (MinC) e de seus instrumentos e políticas, de forma a torná-los mais eficientes e transparentes.

"Racionalidade na gestão para integrar os trabalhos da pasta, tendo com fim a satisfação da demanda de bens culturais da sociedade. Exatamente por ter uma compreensão da Cultura como elemento central de identidade, de reflexão e mesmo de entretenimento, buscaremos tornar a pasta elemento de inclusão social por meio do incentivo e da ampliação do acesso dos bens culturais", afirmou Freire.

Com cerca de 40 anos de vida pública, o novo ministro completaria sete mandatos na Câmara dos Deputados. Antes disso, foi deputado estadual eleito por Pernambuco, e senador, entre 1995 e 2002. Também é presidente nacional do Partido Popular Socialista (PPS), do qual foi um dos fundadores.

"Sabemos da importância e das dificuldades da tarefa posta. Mas tenho a certeza de que contarei com a boa vontade de todos os que trabalham na área, pois todos nós temos um objetivo comum, a Cultura como móvel fundamental da formação do ser e da nossa nação, para avançarmos o processo democrático e sermos contemporâneos do futuro", destacou Freire.

Presente à cerimônia, o presidente da República, Michel Temer, enfatizou a confiança no bom desempenho de Freire frente ao ministério por conhecer sua trajetória na política. "Você traz para o governo a simbologia de quem tem um passado de lutas em favor do Brasil. Temos, hoje, a absoluta certeza de que o governo está ganhando muito", sentenciou.

Fonte: MinC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31