MINAS GERAIS, Belo Horizonte - O Museu Mineiro, espaço integrante do Circuito Liberdade, recebeu, em 17 de setembro, a mostra Acervo Disseminado – Potes do Sertão, de Inês Antonini e Liliane Dardot.

A exposição foi desenvolvida a partir de uma coleção das artistas, composta de 100 potes oriundos do sertão, usados nas casas para guardar água. A mostra fica em cartaz até o dia 13 de novembro de 2016.

A exposição faz parte do projeto “Acervo disseminado – potes do sertão” que propõe um processo de ressignificação cultural de objetos artesanais dessa região que imprimem características tão marcantes na identidade brasileira. Os potes de barro utilizados para armazenar água são transpostos para outra realidade, como a disposição em espaços culturais, fazendo uma releitura de vivências tradicionais e cotidianas.

Para a abertura, as artistas plásticas preparam um cortejo de pessoas carregando os potes, simulando a partida de um espaço urbano em busca de uma fonte de água.

Para a artista Liliane Dardot, o cortejo complementa a mostra. “A intervenção simboliza a proposta do projeto ‘Acervo disseminado’, que pretende valorizar objetos culturais e históricos, extrapolando os muros de uma instituição museoloógica. A coleção de potes de cerâmica está compreendida como um patrimônio de nossa prática cotidiana. As pessoas que aderirem à proposta e às ações do ritual, mediante a assinatura de um termo de doação e compromisso, receberão e se tornarão guardiões de um dos exemplares da coleção”.    
 
Atividades interativas
O projeto Acervo Disseminado – Potes do Sertão abrange duas etapas. A primeira foi realizada em Cordisburgo, em julho de 2016, durante a 28ª edição da Semana Roseana. No espaço externo do Museu Casa Guimarães Rosa, instituição vinculada à Secretaria de Estado de Cultura, foi montada uma instalação com cerca de 40 potes. Após discussão com o público presente, um cortejo de pessoas portando potes de barro partiu do museu dirigindo-se até uma bica próxima à estação ferroviária da cidade. Os participantes do cortejo que se tornaram guardiões foram fotografados individualmente, cada um portando o seu pote.

A segunda etapa será realizada em Belo Horizonte, no Museu Mineiro, no dia 17 de setembro, durante a 10ª Primavera dos Museus.  Moradores da cidade serão convidados a participarem desta ação de caráter performático.

Os interessados em serem guardiões dos potes devem preencher o formulário disponível no link http://goo.gl/7Z7LMR.

As pessoas que se inscreverem previamente devem comparecer ao Museu Mineiro (Av. João Pinheiro 342 – Funcionários) para escolher um pote e em seguida participar do cortejo portando o seu exemplar, no dia 17 de setembro, às 15h30, saindo do museu até a fonte da Praça da Liberdade, retornando ao museu por volta de17h30.

Os futuros guardiões depositarão seu pote na instalação montada na Sala de Exposições Temporárias do Museu Mineiro, como parte da mostra Acervo Disseminado - Potes do Sertão, contendo a exibição dos registros fotográficos e vídeos das ações e documentos gerados na etapa anterior realizada em Cordisburgo.

SERVIÇO
Exposição - Acervo Disseminado - Potes do Sertão
Data: 17 de setembro a 13 de novembro de 2016
Horário: Terças, Quartas e Sextas-feiras - das 10h às 19h | Quintas-feiras – das 12h às 21h
Sábados e domingos – das 12h às 19h
Local: Museu Mineiro – Av. João Pinheiro, 342 – Funcionários – BH/MG
Informações: (31) 3269-1103
Entrada Gratuita

Fonte: SEC MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31