RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Casa França-Brasil, no Centro do Rio de Janeiro, inaugura neste sábado, a partir das 17h, a exposição coletiva "Orixás", sob curadoria de Marcelo Campos e expografia de Helio Eichbauer.

A partir do trabalho de Pierre Verger [Paris, 1902-Salvador, 1996] e de Carybé [Lanús, Argentina, 1911-Salvador, 1997], a proposta do curador é investigar o modo como a afro-brasilidade se manifesta na arte e na religião, visando uma revisão histórica da exposição de 1990, na mesma Casa França-Brasil, com fotografias de Pierre Verger, desenhos de Carybé e esculturas de arte africana das coleções particulares dos dois.

“Orixás” reúne 220 ítens de 31 artistas, entre escultura, aquarela, fotografia, objeto e vídeo.

Participantes, além de Carybé e Verger:
Adalton Fernandes Lopes [RJ], Arjan Martins [RJ], Artur Barrio [RJ], Arthur Scovino [BA], Ayrson Heráclito [BA], Bruno Vilela [PE], Chico Tabibuia [RJ], Crisaldo Morais [PE], Dalton Paula [GO], Efrain Almeida [CE], Felipe Julian e Sandra Ximenez [BA], Guy Veloso [Pará], Heitor dos Prazeres [RJ], José Medeiros [PI], Lita Cerqueira [RJ], Louco [BA], Louco Filho [BA], Maria Auxiliadora [MG], Mario Cravo Neto [BA], Mestre Didi [BA], Pedro Marighella [BA], Ronald Duarte [RJ], Ronaldo Rego [RJ], Rubem Valentim [BA], Thiago Martins de Melo [SP], Tiago Sant’Ana [CE], Tina Velho [RJ], Virgínia de Medeiros [BA] e Wuelyton Ferreiro [RJ]

Somente na abertura, acontece performance inédita de Ronald Duarte.

“Falatório”
Todas as terças, às 18h30, com entrada franca, haverá falas sobre temas pertinentes à mostra com:
27/09 – Maurício Barros [antropólogo, IART/UERJ], sobre Verger e a capoeira;
04/10 – Samuel Abrantes [professor de figurino e indumentária da EBA/UFRJ], sobre a roupa de Obaluayê;
11/10 – Roberta Guimarães [antropóloga], sobre a zona portuária em torno das memórias e identidades afro-brasileiras;
18/10 – Milton Guran [antropólogo], sobre Agudás do Benin;
25/10 – Jérôme Souty [antropólogo] sobre Verger.

Educativo
Os educadores realizam visitas mediadas com grupos escolares previamente agendados através do site. Aos finais de semana, a Casa oferecerá visitas para o público espontâneo às 11h e às 16h.

Grátis e livre.

Fonte: Jornal do Brasil

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31