RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Uma escultura de sete metros de largura com a hashtag #rio2016 representada em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) ‘recepciona' os turistas que chegam ao Morro da Urca, primeira parada do bondinho do Pão de Açúcar.

Na lateral da peça, um texto em braile explica do que se trata a escultura e dá informações sobre a língua de sinais.

Iniciativa da Empresa Olímpica Municipal (EOM), a escultura, que tem 1,5 m de altura, começou a ser exposta em maio, quando ainda faltavam 100 dias para o início dos Jogos Paralímpicos, na entrada do Palácio da Cidade, em Botafogo. No começo de setembro, ela foi levada para o mirante Maria Ercilia Leite de Castro, no Morro da Urca, em uma parceria com a concessionária que administra o bondinho do Pão de Açúcar.

Segundo a arquiteta da EOM especialista em acessibilidade, Letícia Fonti, a escultura foi concebida para chamar a atenção para a necessidade da inclusão de pessoas com todo tipo de deficiência, inclusive as que não são motoras, como a auditiva e a visual.
 
- Contamos com a ajuda da equipe da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência para fazer o posicionamento correto das mãos e para traduzir para braile o texto que está exposto ao lado da peça - disse Letícia.

Juntamente com a chegada da escultura, o Pão de Açúcar iniciou o projeto Carioca Maravilha, que dá desconto para o trajeto completo do bondinho a moradores do Rio e Grande Rio. Até novembro, adultos pagam R$ 38 e crianças de 6 a 12 anos, R$ 19, para conhecer um dos pontos turísticos mais emblemáticos da cidade.

Fonte: Prefeitura do RJ

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31