BAHIA, Salvador - O projeto “Gabinete Português de Leitura – a cultura portuguesa viva na Bahia” vai promover, entre os meses de fevereiro a novembro deste ano, diversas atividades culturais entre palestras, cursos, seminários, exposições, além de um tour virtual 360º (com instalações e dados sobre o acervo da instituição)

Dentre as principais ações que integram a proposta estão a restauração e higienização de obras raras pertencentes à Biblioteca Infante D. Henrique. Todo o processo será apresentado em um documentário, que abordará o legado histórico cultural das obras e sua importância histórica para a Bahia, Brasil e Portugal.

Segundo o presidente do Gabinete Português de Leitura, Abel Travassos, a iniciativa é mais uma ação para preservar o acervo e a história da instituição. “São mais de 150 anos movimentando a cultura da cidade, sempre unindo baianos e portugueses”, diz.

O projeto, coordenado pela jornalista e pedagoga Alessandra Nascimento, tem vasto cronograma de ações. A partir de fevereiro serão oferecidos cursos de Redação e Gramática, Metodologia da Pesquisa Científica, Lições de Língua Iorubá-Nagô para Iniciantes e dois importantes seminários: um em homenagem ao padre Bartholomeu Lourenço de Gusmão, inventor do aeróstato (balão de ar quente) e outro comemorativo a Semana Baía de Todos os Santos (para ampliar os estudos sobre a baía e o seu recôncavo). Também integram a agenda lançamentos de livros, lives com escritores e pesquisadores brasileiros e portugueses, e exposições ligadas às relações culturais luso-brasileiras. A programação completa pode ser acessada no site www.gplsalvador.org, e nas redes sociais do GPL.

O Gabinete Português de Leitura é uma das instituições culturais mais importantes do Estado. Fundado em 1863, e com sede localizada na Praça da Piedade, o edifício neo-manuelino possui uma beleza arquitetônica que resgata grande parte da tradição lusitana na era dos descobrimentos. Tem por finalidade a promoção da cultura de expressão portuguesa nas suas mais variadas formas. Atualmente abriga, no Centro de Estudos Portugueses – Casa Fernando Pessoa, o maior número de obras raras de reconhecida utilidade, escritas no idioma português, com obras também em francês, inglês, espanhol, italiano e alemão. Além de ser uma instituição filantrópica, é pioneira no Estado na criação do Escritório de Investigação e Memória dos Transportes na Baía de Todos os Santos.

Selecionado pelo Prêmio Cultura Viva Bahia 2020, o projeto recebe apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Programa Aldir Blanc Bahia
Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são: a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios. O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.

Serviço
Gabinete Português de Leitura – a cultura portuguesa viva na Bahia
Quando: Atividades de fevereiro a novembro de 2021
Programação: www.gplsalvador.org e redes sociais do GPL

Fonte: SecultBA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31