BRASIL, São Paulo - Antes do início da cerimônia de lançamento do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR), o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, apresentou nesta segunda-feira (23), pela manhã, a representantes de sete países da América do Sul (Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) alguns dos principais pontos de cultura da Avenida Paulista, que farão parte da programação cultural do MicBR, em novembro.

O grupo visitou primeiro a Casa das Rosas, casarão dedicado a apresentações culturais de literatura e poesia, onde foi recebido por Marcelo Tapia, diretor da Rede de Museus Casa (composto também pela Casa Guilherme de Almeida e pela Casa Mario de Andrade) e pelo coordenador de programação cultural David Moreira.

"Recebemos cerca de 150 mil visitantes por ano, e a quantidade de público é cada vez maior", disse Tapia. Ele explica que a Casa das Rosas é uma construção de 1935, época em que a Avenida Paulista era composta apenas por mansões. O local abrigará, durante o MicBR, um encontro dos 19 museus de São Paulo, que terão stands com parte de suas exposições no belo jardim da Casa. Atualmente a Casa das Rosas abriga duas exposições, uma permanente sobre Haroldo de Campos, e uma temporária, do poeta Guilherme Mansur.

Em seguida, o grupo visitou o Itaú Cultural – instituto de pesquisa, mapeamento, incentivo e proteção de conteúdo cultural do banco privado Itaú – e se encantou com a exposição de móveis do arquiteto Sérgio Rodrigues. "É muito importante esta iniciativa do Brasil. Tenho certeza que fortaleceremos a parceria entre nós, países sul-americanos", disse Andres Zenega Alvarez, analista de Gestão, Criação e Promoção Cultural e subsecretário de Empreendimentos, Artes e Inovação do Equador.

Participaram ainda do passeio: Nelson Gonzales Zalazar, diretor de Economia da Cultura da Secretaria Nacional de Cultura (Paraguai); Sofia Lobos Araya, secretária-executiva do Comite Interministerial de Fomento e Economia do Ministério da Cultura (Chile); Máximo Jacoby, diretor nacional de economia criativa de Buenos Aires (Argentina); Lina Ruiz Montanes, do Grupo de Empreendimento Cultural do Ministério da Cultura, e Natália Avila Guevara, do departamento de Assuntos Internacionais e Cooperação do Ministério da Cultura (Colômbia); Andres Zenega Alvarez, analista de Gestão, Criação e Promoção Cultural e subsecretário de Empreendimentos, Artes e Inovação (Equador); Jair Perez, coordenador de Gestão de Políticas e Articulação Territorial (Peru); e Rodrigo Marquez, Coordenador Nacional e Internacional de Indústrias Criativas (Uruguai).

MicBR
O MicBR nasceu inspirado em experiências exitosas realizadas em outros países, como o Mercado de Indústrias Criativas Argentinas (MICA) e o Mercado de Indústrias Culturais do Sul (MICSUL). O evento visa estimular o fortalecimento de um mercado criativo no País e promover a internacionalização da indústria criativa brasileira, por meio da integração com investidores e empreendedores de outros países.

Após a cerimônia de abertura, no dia 5 de novembro, estão previstas atividades de negócios, formação, showcases e atividades culturais integradas, entre 6 e 11 de novembro. As atividades ocorrerão no Centro Cultural Fiesp, no Sesc Avenida Paulista, no Itaú Cultural, na Casa das Rosas, no MASP, no Instituto Moreira Salles (IMS), na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Japan House, no Centro Cultural São Paulo, no Unibes Cultural e no Cine Caixa Belas Artes.

É esperada a participação diária de 2 mil pessoas nas atividades de mercado, e de 3 mil na programação cultural, que será aberta ao público. Esses números devem saltar para até 30 mil pessoas no fim de semana que encerra o evento, nos dias 10 e 11 de novembro, nas diferentes atrações espalhadas por centros culturais da Avenida Paulista.

O evento conta com a parceria do Itaú Cultural, SESI-SP, SESC-SP, secretarias estadual e municipal de Cultura de São Paulo, Livraria Cultura, MASP e Instituto Moreira Salles, além da cooperação da Unesco e o apoio de várias entidades representativas de setores criativos da indústria.

Confira a apresentação do evento.

Fonte: MinC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31