ITÁLIA, Veneza - Vinte segundos. Este foi o tempo que ladrões levaram para roubar joias da mostra 'Tesori dei Mogul e dei Maharaja', que estava sendo realizada no Palazzo Ducale em Veneza, na Itália, na última quarta-feira (3).

A descoberta foi feita nesta sexta-feira (5) após a polícia assistir um vídeo da câmera de segurança do local. Na gravação é possível ver dois homens, um com uma boina e outro com uma touca na cabeça, vestidos com blusas de frio. Eles andam na pequena sala junto com mais quatro visitantes, mas quando as pessoas se afastam, os dois iniciam o roubo.

Enquanto um dos homens continua circulando pelo local para "despistar", o outro se aproxima da redoma, a abre e retira as peças. A ação durou 20 segundos. No vídeo, também é possível escutar o som do alarme, que foi disparado às 10h (hora local). As autoridades continuam investigando o caso.

De acordo com os investigadores, estima-se que as peças "valham alguns milhões de euros". A Delegacia local afirma que o preço declarado na entrada dos itens na Itália é de 30 mil euros.

A exposição continha gemas de ouro, pedras preciosas e joias indianas produzidas entre os séculos 16 e 20 que pertenciam à Coleção Al Thani.

Fonte: ANSA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31