BRASIL, Brasília - A riqueza da cultura brasileira estará diante dos olhos do mundo na Copa do Mundo FIFA de 2018, que será realizada na Rússia. O Ministério da Cultura (MinC), em parceria com setores da iniciativa pública e privada, pretende levar uma série de projetos para a capital russa, uma das 11 cidades-sede do evento.

Brasileiros, russos e demais estrangeiros poderão desfrutar da programação cultural brasileira no período do evento esportivo, que irá ocorrer de 14 de junho a 15 de julho.

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, recebeu propostas culturais para o evento, na manhã desta quarta-feira (18). A ideia é unificar as principais sugestões para compor um projeto único a ser apoiado pelo governo federal, incluindo outros Ministérios. "Faremos um arranjo de parcerias entre diversas esferas do governo, incluindo conteúdo, recursos etc. Do nosso ponto de vista, o programa deve frisar uma plataforma de difusão cultural. A cultura é o nosso ativo", ressaltou o ministro. Ainda segundo Sá Leitão, o projeto pode beneficiar a cultura e a arte brasileiras em si, a promoção do Brasil como um destino turístico, o estímulo à plataforma de negócios vinculada à economia criativa e a ampliação do "soft power" brasileiro no mundo.

As atrações culturais, como apresentações de música, dança e circo, exposições de arte e festivais gastronômicos, entre outros, deverão ocorrer em um espaço de Moscou até então chamado de 'Casa Brasil'. Um dos presentes na reunião, o CEO da Publicis Groupe, Gustavo Herbetta, apresentou uma proposta para o espaço, que inclui atrações interativas, hospitality center, shows e venda de produtos, entre outros. "Queremos dar visibilidade à nossa cultura e fomentar negócios", resumiu Herbetta. "O espaço pode ser uma oportunidade para compreender o nosso povo por meio do nosso maior embaixador, o futebol brasileiro", completou.

Para o presidente da Brasil, Música e Artes (BM&A), Sergio Ajzenberg, uma intensa e rica programação poderá ser disponibilizada no local. "Queremos promover uma espécie de Jogos Culturais 2018 e estreitar laços entre os dois povos. Há um espaço para grandes apresentações, negociações e entendimentos. Nosso objetivo é levar cerca de 350 pessoas, entre artistas e empresários". Já o presidente da Riotur, Marcelo Alves, ressaltou o potencial do evento para promover o Brasil como destino turístico.

Também participaram da reunião o diretor do Grupo Águia, Jonathas Abrahão; o diretor do Departamento de Promoção Internacional do MinC, Adam Jayme de Oliveira Muniz; e o assessor especial do ministro, Fabrício Tanure.

Fonte: MinC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31