MINAS GERAIS, São João del-Rei - A partir de 8 de agosto, o Museu Regional recebe a exposição 'Impressões Vivas', da artista plástica Ana Bello.

A mostra é composta por seis telas e três instalações em seda, que retratam texturas orgânicas observadas na natureza, além da agressividade das intervenções humanas no meio ambiente.

Com painéis que chegam a quatro metros de comprimento e telas que ultrapassam dois metros de largura, Ana Bello usa de técnicas de monotipia e pintura para realização de suas obras. A monotipia consiste na impressão de troncos de árvores diretamente na tela, sobrepostas com interferências coloridas.

As imagens compostas são inspiradas no cotidiano da artista, que morou a maior parte da vida em área rural. Segundo Ana, a exposição não apenas ressalta a natureza, mas também busca incentivar sua preservação. "Atualmente moro em um sítio próximo à São João del-Rei, atravessado por um córrego. Apesar dos meus esforços em preservar a mata ciliar, vejo o volume d'água diminuir a cada ano", comenta a artista.

A inauguração acontece na quarta-feira, 8 de agosto, às 18h. A mostra fica em cartaz do dia 9 de agosto ao dia 2 de setembro e a entrada é gratuita.

A autora
A artista plástica são-joanense Ana Bello é graduada em Design de Interiores (UEMG), Arte Educação (Bennert-RJ) e Arquitetura (UFSJ). Já realizou seis exposições individuais e outras sete coletivas em diferentes espaços culturais de São João del-Rei e Tiradentes, além de uma mostra na Academia de Arte e Cultura de São Paulo (SP).

O Museu
Aberto à visitação pública a partir de 1963, está localizado na antiga residência do comendador João Antônio da Silva Mourão (1806-1866), importante comerciante da cidade no período final da produção de ouro. Após a conclusão das obras, em 1859, o comendador instalou sua família na mansão, no segundo e terceiro pavimentos, e a loja de secos e molhados ficou no primeiro andar.

O Museu Regional de São João del-Rei apresenta uma exposição de aspectos do cotidiano no comportamento e nos costumes dos séculos XVII ao XX, retratados em móveis, utensílios, meios de transporte, imagens religiosas e pinturas. O objetivo do acervo montado é contar um pouco da intimidade e do modo de vida dos mineiros no período colonial.

Fonte: MRSJR

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31