SÃO PAULO, São Paulo - Nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho, projeto promoverá diálogos online para indicar caminhos para as manifestações artísticas no pós-quarentena


Ana Giselle (Foto: divulgação/SMC SP)

Programação é composta por mesas sobre "Novos Formatos na Pandemia"; políticas LBGTQIA+; e cenários internacionais, com Catarina Vaz Pinto, Vereadora e Secretária de Cultura e Relações Internacionais de Lisboa, Enrique Avogadro, Ministro (Secretário) de Cultura da Cidade de Buenos Aires, e Hugo Possolo, Secretário Municipal de Cultura de São Paulo.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura realizará, nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho, uma nova etapa do ciclo de "Diálogos Cultura Presente- Pensamentos sobre o futuro das artes". As discussões, online e abertas à população, têm como objetivo indicar os caminhos para as manifestações artísticas no período pós-quarentena, tendo em vista que o setor cultural está sendo um dos mais atingidos pela pandemia do Covid-19. As conversas serão realizadas pela plataforma Zoom, com inscrição para até 500 pessoas por mesa, e disponibilizadas também via Youtube da Secretaria Municipal de Cultura.

A primeira mesa, dia 29, fala sobre os "Formatos Criados na Pandemia", e conta com a presença de Ivam Cabral, do grupo Satyros, a atriz e dramaturga Lu Maza e o curador de teatro do CCSP Kil Abreu. No dia 30, encerrando o Mês do Orgulho LGBTQIA+, acontece a mesa "Curadoria LGBTQIA+", com Ana Giselle, articuladora pelos direitos das pessoas trans no Brasil, André Fischer, diretor do Centro Cultural da Diversidade, e Dudu Bertholini, curador de moda do CCSP, pensando nos desafios e possibilidades de políticas para essa população, especialmente no momento atual. Por fim, acontece a mesa "Públicas para a Cultura Diante da Crise - Proposições Internacionais", com Catarina Vaz Pinto, Vereadora e Secretária de Cultura e Relações Internacionais de Lisboa, Enrique Avogadro, Ministro (Secretário) de Cultura da Cidade de Buenos Aires, além do secretário municipal de cultura de São Paulo, Hugo Possolo, com mediação de Luiz Toledo, da Spcine.

Estudos apontam que, com o distanciamento social imposto pela pandemia do Covid-19, os prejuízos da cultura no Brasil podem superar a casa dos R﹩ 100 bilhões. O tema deveria ser uma preocupação para todas as esferas de Governo, já que a indústria criativa, na qual está inserido o segmento da cultura, emprega 6,2 milhões de brasileiros e gera uma receita superior a R﹩ 335 bilhões. O setor cultural corresponde a 2,64% do PIB nacional.

Os reflexos não apenas devem afetar toda a cadeia produtiva, como podem ditar a maneira como se faz e veicula arte no País. Afinal, o distanciamento social, evitando aglomerações, deverá ser seguido ainda por tempo indeterminado, tornando urgente pensar em caminhos e alternativas para cinemas, teatros e casas de espetáculos. No cenário internacional, as perspectivas também não são animadoras. Por isso, a SMC preparou o ciclo Cultura Presente, visando debater novos horizontes e apontar soluções criativas para o setor.

Cultura presente
Nesse momento em que as apresentações artísticas em locais públicos ou privados estão suspensas, a SMC entende a urgência de se pensar em alternativas criativas e inovadoras para apoiar o setor cultural, evitando a sua paralisação. Para isso, foi criado o Projeto Cultura Presente que, até o momento, lançou 17 chamados de contratações artísticas e editais de fomento. Entre eles, três chamados e um edital para programação online. Os chamados Bibliotecas Online, Conexão Casas de Cultura e Teatros e Centros Culturais na Rede têm como objetivo amparar a classe artística com contratações para apresentações online, em formatos de "lives", substituindo as apresentações presenciais nos equipamentos da Secretaria. Já o edital "E-Vivências - Memórias, Experiências e Teorias" fomenta atividades de formação, oficinas e palestras online. As contratações deverão ocorrer enquanto os equipamentos da SMC permanecerem fechados. Atualmente, estão abertos três editais: a 1ª edição de Premiação dos Coletivos que realizam gestão comunitária, a 36ª edição do Fomento ao Teatro e a 29ª edição do Fomento à Dança. A Secretaria Municipal de Cultura abrirá em breve as inscrições para a 12ª edição do Prêmio Zé Renato, de apoio ao teatro, e a 4ª edição do Apoio ao Reggae.

Serviço
Ciclo 'Diálogos Cultura Presente - Pensamentos sobre o futuro das artes'
Dias 29 e 30/6 e dia 1º/7
Formatos criados na pandemia
Com Kill Abreu, Ivam Cabral e Lu Maza

Dia 29, 19h
Curadoria LGBTQI+
Com Dudu Bertholini, Ana Giselle e André Fisher

Dia 30, 19h
Públicas para a Cultura Diante da Crise - Proposições Internacionais
Com Hugo Possolo, Catarina Vaz, Enrique Avogrado e Luiz Toledo

Dia 1º/7, 19h

Fonte: SMC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31