RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - No dia 18 de maio, quando se comemora o Dia Internacional de Museus, tem início a 18ª Semana de Museus no Brasil, coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), que segue até o dia 24.

O Museu Histórico Nacional (MHN) mais uma vez se integra à temporada nacional de eventos.

Nesta edição, que tem por tema “Museus para a igualdade: diversidade e inclusão”, a programação do MHN será inteiramente em formato virtual – tendo em vista a atual pandemia de coronavírus que impede a realização de atividades presenciais.

Coleção acessível
O museu lançou essa começa a campanha online para a formação de uma coleção acessível - voltada para ações educativas com experiências táteis. A coleção será constituída a partir de itens doados pelo público.

Objetos de origem indígena, religiosos, instrumentos de navegação, itens de numismática – como moedas e selos -, instrumentos musicais, indumentárias ou itens de festividades são alguns dos materiais que podem contribuir para a formação dessa coleção.

As propostas deverão ser submetidos via formulário online (https://bit.ly/colecaoacessivel) entre os dias 18 e 24 de maio. Os itens selecionados pelo Núcleo de Educação do MHN deverão ser entregues somente após o fim do período de quarentena na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

No dia 22 de maio, às 15h, acontece uma 'live' em nosso perfil do Facebook com a equipe de educação sobre a coleção acessível para que o público possa tirar dúvidas e conhecer melhor o projeto.

MHN em Libras
Com foco em públicos surdos, o museu também lança o concurso “MHN em Libras”, no qual será escolhida a melhor sinal do nome do MHN na Língua Brasileira de Sinais.

Até o dia 24 de maio, pessoas surdas poderão submeter sua proposta nas redes sociais, marcando o perfil do MHN (@museuhistoriconacional) e usando a hashtag #MHNemLibras. Uma comissão formada por surdos irá selecionar a melhor tradução. Confira o edital de participação no concurso.

No dia 20 de maio estará disponível nas redes sociais do museu um vídeo em Libras, com legenda e áudio em português, com Leo Castilho, educador do Museu de Arte Moderna de São Paulo. O educador vai abordar temas como importância de Libras e da cultura surda para a inclusão e a garantia dos direitos da pessoa surda.

Museus e representatividade
A história contada nos museus e livros representa a diversidade social brasileira? Os educadores do MHN estarão online para conversar sobre história e representatividade entre os dias15 e 24 de maio.

Para ampliar a interação do público com os nossos educadores durante a Semana de Museus 2020, o Núcleo de Educação passa a ter uma 'sala virtual' voltada para a mediação educativa no formato online: https://www.facebook.com/groups/educativovirtualMHN.

Para mais informações, acesse nossa página web mhn.museus.gov.br e as redes sociais do MHN @museuhistoriconacional no Facebook e Instagram

Fonte: MHN

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31