SÃO PAULO, São Paulo - Inscrições para as atividades on-line estão abertas no +Cultura. Promovida pelo ICOM e IBRAM, a 18ª Semana Nacional de Museus leva o tema "Museus para a Igualdade: diversidade e inclusão".


Fachadas: Casa Mário de Andrade, Casa das Rosas e Casa Guilherme de Almeida (Fotos: André Hoff)

A Casa Mário de Andrade, Casa das Rosas e Casa Guilherme de Almeida – que formam a Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo –, gerenciadas pela Poiesis, promovem diversas atividades on-line e gratuitas para a 18ª Semana Nacional de Museus, entre os dias 18 e 24 de maio.

Promovida pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM) e pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), a Semana busca fortalecer a troca de vivências entre os museus brasileiros, além de expandir os potenciais e referências culturais desses espaços. Em 2020, o tema é "Museus para a Igualdade: diversidade e inclusão". As inscrições e lembretes devem ser ativados pelo +Cultura, hotsite da Organização Social de Cultura Poiesis, com atenção ao prazo de cadastro dos eventos. Para participar das lives via redes sociais não é preciso se inscrever.

O Núcleo educativo da Rede de Museus-Casas Literários organiza uma série de visitas virtuais, com início em 20 de maio, a partir das 16h30, pela Casa das Rosas. Alexandra Rocha, supervisora do núcleo educativo da Rede, bacharel em Artes Plásticas pela ECA-USP, arte-educadora e coordenadora artístico-pedagógica há mais de 20 anos em espaços culturais, mediará a live Arquiteturas da memória pelo Facebook do museu. Patrimônio como símbolo da memória individual e coletiva, além da relação entre arquitetura e memória serão algumas das abordagens. A mostra "Casa das Rosas: Arquiteturas da memória", que esteve em cartaz no museu de setembro de 2018 a março de 2019, também será a base da visita on-line e, consequentemente, uma segunda chance para o público que não conseguiu conferir a ação da época.

No dia 21 de maio, das 16h30 às 17h, é a vez do núcleo educativo da Casa Mário de Andrade apresentar a visita on-line Educação formal e educação não-formal, também veiculada pela fanpage do museu. A fim de traçar paralelos e conexões, o debate se voltará para os desafios de alinhar o encontro entre essas duas vertentes de ensino. A mediação será feita por Arthur Major, educador do museu, formado em História pela FFLCH-USP, também professor de cursinhos populares desde 2012 e com experiência educativa em exposições temporárias.

Já em 22 de maio, a partir das 16h30, a Casa Guilherme de Almeida realiza a visita virtual Guilherme de Almeida e os modernismos via fanpage. Maryangela Barbieri e Rafael Veloso, educadores do museu, formados em História pela UNESP e em Letras pela FFLCH-USP, respectivamente, vão mediar essa atividade para mostrar a atuação do escritor e crítico Guilherme de Almeida na Semana de Arte Moderna em 1922, quando declamou alguns poemas próprios. A partir da leitura desses poemas e do contato virtual com o acervo do museu, serão destacados aspectos modernistas da multifacetada coleção reunida pelo poeta. Além das visitas virtuais, palestra e recital completam a programação voltada à 18ª Semana Nacional de Museus.

A Casa Mário de Andrade traz a palestra Produção de conteúdos culturais na era digital no dia 23 de maio, a partir das 16h30. A inscrição fica aberta até 22/05 ou até o preenchimento das vagas, por este link. A museóloga Juliana Monteiro irá ministrar a atividade aos interessados em geral, como também aos profissionais que atuam em arquivos, museus, bibliotecas e centros de memória. O objetivo é fazer com que o público reflita a respeito das inovações da era digital, desde a maneira de circulação e acesso de informações relacionadas aos acervos e coleções, até as potencialidades e limitações desse formato.

Juliana é museóloga pela UFBA e mestra em Ciência da Informação pela ECA-USP. Trabalhou em instituições como Museu da Energia de São Paulo e Museu da Imigração. É professora do curso técnico em Museologia da ETEC Parque da Juventude, consultora para projetos diversos relacionados à gestão da informação em coleções culturais, coordenadora de projetos OpenGLAM no capítulo brasileiro do Creative Commons e embaixadora regional para o ciclo 2019-2020 da campanha Art+Feminism.

No mesmo dia, em 23/05, às 15h, a Casa das Rosas realiza o Expresso Poesia: stand-up poético que dessa vez conta com o poeta e professor Jefferson Santana. Durante 30 minutos o convidado apresenta poemas autorais e de escritores que influenciaram a sua própria produção literária. Essa ação do museu convida poetas de diversas gerações. A apresentação será pelo Facebook do local. Santana escreve poesia desde os 13 anos de idade, frequenta os saraus de São Paulo há dez anos e integra o coletivo Poetas Ambulantes. Já publicou livros como, Cantos e desencantos de um guerreiro (2011); Pétalas e Pedradas (2014); (des)caminhos (2017); e Sinto Muito (2018).

SOBRE A CASA MÁRIO DE ANDRADE
A Casa Mário de Andrade funciona no endereço da antiga casa do escritor Mário de Andrade, um dos principais mentores do modernismo brasileiro e da Semana de Arte Moderna de 1922. O museu abriga uma exposição permanente, que é aberta à visitação, com objetos pessoais do modernista, além de documentos de imagem e áudio relacionados à sua trajetória. O museu também realiza uma intensa programação de atividades culturais e educativas. A Casa integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

SOBRE A CASA DAS ROSAS
A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos é um museu dedicado à poesia, à literatura, à cultura e à preservação do acervo bibliográfico do poeta paulistano Haroldo de Campos, um dos criadores do movimento da poesia concreta na década de 1950. Localizada em uma das avenidas mais importantes da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista, o espaço realiza intensa programação de atividades gratuitas, como oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, exposições, apresentações literárias e musicais, saraus, lançamentos de livros, performances e apresentações teatrais. O museu está instalado em um imponente casarão, construído em 1935 pelo escritório Ramos de Azevedo, que na época já tinha projetado e executado importantes edifícios na cidade, como a Pinacoteca do Estado, o Teatro Municipal e o Mercado Público de São Paulo.

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA
Inaugurada em 1979, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, está instalada na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Emiliano Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret. Hoje, o museu oferece uma série de atividades gratuitas relacionadas a todas as áreas de atuação de Guilherme de Almeida, da literatura traduzida ao cinema, passando pelo jornalismo e pelo teatro. Trata-se da primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país.

SOBRE A POIESIS
A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

SERVIÇO
Rede de Museus-Casas Literários na 18 ª Semana Nacional de Museus
Casa Mário de Andrade | Tel.: (11) 3666-5803/ 3826-4085 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Visita virtual
Educação formal e Educação não-formal
Com Arthur Major
Quinta-feira, 21 de maio, das 16h30 às 17h
Formato: transmissão ao vivo no Facebook
Não é necessária inscrição

Palestra
Produção de conteúdos culturais na era digital
Com Juliana Monteiro
Sábado, 23 de maio, das 16h30 às 18h
Inscrição aqui – aberta até 22/05 ou até o preenchimento das 40 vagas.
A atividade será desenvolvida na plataforma Google Hangouts Meet.

Casa das Rosas | Tel.: (11) 3285-6986 | 3288-9447 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Visita virtual
Arquiteturas da memória
Com Alexandra Rocha
Quarta-feira, 20 de maio, das 16h30 às 17h
Formato: transmissão ao vivo no Facebook
Não é necessária inscrição

Recital
Expresso Poesia: o stand-up poético da Casa das Rosas
Com Jefferson Santana
Sábado, 23 de maio, às 15h
Plataforma: Facebook
Não é necessária inscrição

Casa Guilherme de Almeida | (11) 3673-1883 | 3803-8525 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Visita virtual
Guilherme de Almeida e os Modernismos
Com Maryangela Barbieri e Rafael Veloso
Sexta-feira, 22 de maio, das 16h30 às 17h
Formato: transmissão ao vivo no Facebook
Não é necessária inscrição

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31