MINAS GERAIS, Ouro Preto - Ideias de espaços afetados pela proliferação de vivências conflituosas e por sensações distópicas do mundo contemporâneo expressas por meio de pinturas em têmpera vinílica sobre madeira – esta pode ser uma das traduções da exposição 'Resiliências', do artista mineiro Mateus Moreira, que estreia na galeria de arte Nello Nuno, da Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP), nesta sexta-feira (13/3).


Foto: divulgação

A abertura da mostra será às 17h, e a visitação pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h; e sábado, domingo e feriados, das 13h às 18h, com entrada gratuita. “Resiliências” segue na Nello Nuno até o dia 5/4.

Na visão do artista, que é pintor, desenhista e estudante da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a exposição faz alusão a um universo de fantasia composto por fragmentos existentes.

"Considerando os elementos que remetem a uma realidade social e atual, é possível relacionar as pinturas como uma tentativa de provocar essa realidade, uma busca por encontrar um lugar que questiona os princípios estabelecidos socialmente. Pois, presentes em espaços longínquos e de pouca atividade humana, remetem também a uma indefinição temporal da paisagem e do homem que a habita. Pode-se perguntar que tempo é esse: passado, futuro ou presente?", questiona.

Serviço
Exposição 'Resiliências', do artista Mateus Moreira
Visitação: 13 de março a 5 de abril de 2020 (entrada franca)
Horário: Segunda a sexta-feira, das 9h às 18h; sábado, domingo e feriados, das 13h às 18h
Local: Galeria de Arte Nello Nuno | Rua Getúlio Vargas, 185, Bairro Rosário, Ouro Preto, MG
Realização: Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP) e Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult)

Fonte: Secult MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31