DISTRITO FEDERAL, Brasília - Responsáveis pelas pastas de Economia Criativa, Propriedade Intelectual, Difusão Cultural e IBRAM foram nomeados nesta sexta-feira

As secretarias de Economia Criativa, dos Direitos Autorais e Propriedade Intelectual, Difusão e Infraestrutura cultural, chefia de gabinete, da Secretaria Especial da Cultura, e o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) já têm novos titulares. A nomeação foi divulgada pelo Ministério do Turismo, nesta sexta-feira (06), em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

A pasta de Economia Criativa ficará à cargo do professor Aldo Valentim. Com mais de 20 anos de experiência na área cultural, com foco no setor público, organizações sociais de cultura e passagens por consultorias e 3º setor, Valentim já atuou como secretário-adjunto da Cultura na Prefeitura de São Paulo.

Ainda no setor, Aldo assumiu a Coordenação de Articulação com os Municípios na Secretaria de Planejamento e Gestão, da Unidade de Fomento na Secretaria de Cultura e de Projetos do Governo do Estado de São Paulo.

Na área dos Direitos Autorais e Propriedade Intelectual, a responsável será a advogada Alessandra Martins da Silva. A nova titular possui vasta atuação no campo das artes e dos esportes, com especialização na área.

Alessandra Martins promoveu uma série de ações envolvendo personalidades do meio artístico e esportivo. No setor de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual, ela acompanha os debates no Brasil e no exterior com foco na preservação e respeito às normas vigentes.

A Secretaria de Difusão e Infraestrutura Cultura terá à frente o fotógrafo artístico, Caio Fagundes. No âmbito cultural, ele atua na criação de obras audiovisuais para o mercado publicitário, espetáculos teatrais e festivais de artes em geral. Fagundes atua no setor público há mais de 30 anos, assumindo cargos na Prefeitura Municipal de São Paulo e no Ministério da Economia.

IBRAM
O encarregado pela Política Nacional de Museus e pela melhoria dos serviços no setor será o advogado Pedro Mastrobuono. Com vasta experiência na área artística, foi ex-presidente do Instituto Alfredo Volpi de Arte Moderna (IAVAM) e assumiu ainda a direção jurídica do mesmo. É autor e coautor de várias publicações sobre Artes e afetividade da proteção do patrimônio cultural.

Mastrobuono exerceu ainda a Presidência da Associação dos Amigos do Museu de Arte Contemporânea (AAMAC) da Universidade de São Paulo e do Instituto de Arte Contemporânea (IAC), museu abrigado Universidade de São Paulo (USP).

O novo presidente do IBRAM também assumiu a vice-presidência da Comissão de Cultura, titulada “Direito às Artes”, da OAB/SP, e em 2018, foi indicado pela Associação Brasileira de Críticos de Arte para o Prêmio Ciccillo Matarazzo, como personalidade mais atuante no meio.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Secretaria Especial da Cultura

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31