MINAS GERAIS, São João del-Rei - Com plataforma inovadora, a instituição disponibiliza na internet as fotos e detalhes de toda a coleção histórica dos séculos 18, 19 e 20.

O Museu Regional, a partir desta sexta-feira (07), disponibiliza gratuitamente todo o seu acervo museológico em uma plataforma online. O inventário com informações e fotos de quase 500 obras passa a ser acessível através da plataforma Tainacan, inserida no website da instituição.

Com dados completos sobre a coleção, as fichas catalográficas possuem informações detalhadas, como período, autoria, origem, matéria prima, informações de restauro, histórico e descrições – além de fotografias de variados ângulos, algumas em alta resolução.

Dentre as 30 unidades do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Museu Regional é a 13ª a aderir ao projeto. Dessa forma, a unidade de São João del-Rei se adequa à Resolução Normativa nº 2, de 2014, que faz parte da Política Nacional de Museus.

Segundo o diretor substituto da instituição, Diego Felipe Garcia, este inventário online é apenas o primeiro passo do projeto. "Além do acervo museológico, a nossa intenção é disponibilizar também todo o acervo arquivístico, com documentos e fotografias da região. Além atualizar todas as fichas com fotos de alta qualidade."

O inventário pode ser acessado pelo endereço abaixo, a partir do dia 7 de fevereiro:
http://museuregionaldesaojoaodelrei.museus.gov.br

Tainacan
A plataforma Tainacan é uma ferramenta digital voltada ao registro e divulgação de coleções museológicas.
Desenvolvida pela Universidade Federal de Goiás (UFG), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB) e com o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), o projeto pretende atender as necessidades de inventário e catalogação de acervos, bem como sua divulgação na internet.
Além dos museus do Ibram, o Tainacan já digitalizou e disponibilizou diversos outros acervos. Ao todo, são mais de 30 coleções de museus universitários e instituições municipais, estaduais e federais – como as coleções da Fundação Nacional das Artes (FUNARTE) e do Museu da Fundação Nacional do Índio (FUNAI). Além de organizações privadas, nacionais e internacionais – como o San Diego State University, nos Estados Unidos.

O Museu
Aberto à visitação pública a partir de 1963, está localizado na antiga residência do comendador João Antônio da Silva Mourão (1806-1866), importante comerciante da cidade no período final da produção de ouro. Após a conclusão das obras, em 1859, o comendador instalou sua família na mansão, no segundo e terceiro pavimentos, e a loja de secos e molhados ficou no primeiro andar.

O Museu Regional de São João del-Rei apresenta uma exposição de aspectos do cotidiano no comportamento e nos costumes dos séculos XVII ao XX, retratados em móveis, utensílios, meios de transporte, imagens religiosas e pinturas. O objetivo do acervo montado é contar um pouco da intimidade e do modo de vida dos mineiros no período colonial.

Fonte: MRSJR

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31