BAHIA, Salvador - Reverenciando ancestralidades, a história do livro 'As Mulheres Abayomi', de Adilson Passos, que será lançado no dia , na Escola de Belas Artes da universidade Federal da Bahia - UFBA, tem a cultura africana, as mulheres, suas lutas e costuras de confiança como inspiração.

Símbolo de resistência, tradição e poder feminino‎, as bonecas Abayomi contribuem para o reconhecimento do valor da identidade negra do povo brasileiro, um referencial positivo para o imaginário do universo infantil. O livro fala sobre igualdade de direitos e deveres, respeito e amor fraterno, pontuando a força guerreira criativa das mulheres como alquimia de transformação. O lançamento acontece às 16h e será aberto ao público.

Em yorubá, a palavra Abayomi possui muitos significados, dentre eles, “encontro feliz e preciso” e ainda “aquele que traz felicidade ou alegria”. As pequenas bonecas Abayomis, feitas de retalhos de pano e confeccionadas sem cola e sem costura, apenas com nós e amarrações, simbolizam amor, proteção e tudo de melhor que uma pessoa pode dar de si mesmo. Criadas para acalentar as crianças durante as terríveis viagens a bordo dos tumbeiros – navio de pequeno porte que realizava o transporte de escravos entre África e Brasil – as bonecas nasciam dos retalhos rasgados das roupas que vestiam corpos resistentes e serviam como amuleto de proteção.

O livro publicado pela Solisluna Editora conta com o apoio do Governo do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Centro de Culturas Populares e Identitárias, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia.

Sobre o autor
Adilson Passos nasceu em Salvador, Bahia, é designer, formado pela Universidade Federal da Bahia e ilustrador. Desde a infância é apaixonado pelo desenho, pelo som das palavras cantadas e mais tarde veio o gosto pela leitura. Neste livro faz a união entre imagens e palavras, com o sonho de alcançar leitores de todas as idades.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA)
Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Serviço
Lançamento do livro 'As Mulheres Abayomi', de Adilson Passos
Solisluna Editora
Quando: 24 de novembro, às 16h
Onde: Escola de Belas Artes - Av. Araújo Pinho, 212 – Canela – Escola de Belas Artes | UFBA
Aberto ao público

Fonte: Secult BA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31