SÃO PAULO, São Paulo - Na quinta-feira, dia 02, faleceu em São Paulo a historiadora Emilia Viotti da Costa, aos 89 anos.

Emilia fez importantes contribuições à historiografia brasileira e disseminou os estudos latino-americanos no exterior. Ela foi professora da Universidade de São Paulo entre 1964 e 1969, quando foi aposentada compulsoriamente, com a implementação do AI-5. Então, exilou-se nos Estados Unidos, onde se tornou professora de História da América Latina, nas universidades de Yale, Tulane e Illinois, entre 1973 e 1999, formando e influenciando gerações de especialistas em estudos brasileiros (os chamados brasilianistas).

Emília esteve no Arquivo Público em 22 de agosto de 2012, quando foi homenageada durante o seminário internacional 'Brasileiros e Brasilianistas: novas gerações, novos olhares', organizado pela equipe do Centro de Difusão e Apoio à Pesquisa e que reuniu, das 9h00 às 21h00, cerca de 160 pessoas no recém-inaugurado auditório do Arquivo Público.

O evento foi composto por quatro conferências proferidas respectivamente pelos professores doutores James Green (Brown University), Barbara Weinstein (University of Maryland), Maria Lígia Prado (USP) e Alexandre Fortes (UFRRJ). Também se realizaram três mesas redondas com os pesquisadores brasileiros e brasilianistas Ana Carolina de Moura Delfim Maciel (Museu Paulista/FAPESP), Anne G. Hanley (Northern Illinois University), Daria Jaremtchuk (USP), James Woodard (Montclair State University), Natan Zeichner Tzvi (New York University) e Rafael de Bivar Marquese (USP).

Naquele evento, um dos destaques foi a conferência da historiadora Barbara Weinstein, sobre como a imagem da Revolução de 1932 foi usada durante as comemorações do 4º centenário de São Paulo, ocorrido em 1954. Barbara foi a primeira aluna de Emilia Viotti a concluir um doutorado sobre História do Brasil, na Universidade de Yale, em 1980. Também foram marcantes as palavras do professor James Green, da Brown University, durante a abertura do evento. "'Emília Viotti da Costa formou o que há de melhor em várias gerações de historiadores norte-americanos. Muitas pessoas não imaginam o quanto ela foi importante para o avanço dos estudos sobre o Brasil nos Estados Unidos a partir da década de 1970", afirmou Green.

Os trabalhos apresentados no seminário foram reunidos no e-book 'Brasileiros e Brasilianistas: novas gerações, novos olhares. Uma homenagem a Emilia Viotti da Costa', que pode ser baixado pelo link: www.arquivoestado.sp.gov.br/site/publicacoes/memoria_ebook/ver/brasileiros-e-brasilianistas-novas-geracoes-novos-olhares-uma-homenagem-a-emilia-viotti-da-costa

Fonte: APESP/Vania Silva

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31