BAHIA, Salvador - Quem ainda não conferiu as fotografias expostas em compotas de doce que integram a mostra ‘Doce de Santo’ só tem até este domingo (19) para conhecer os trabalhos de cerca de 365 artistas.

Em cartaz na Capela do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), a idealização e curadoria são dos artistas José Henrique Barreto e Luiz Cláudio Campos. A visitação é aberta ao público.

O resultado busca levar ao público informações e aspectos da produção artística que acontecem no mundo atualmente. “Trazemos as possibilidades de leitura sobre o “duplo” de cada artista, seu real e imaginário, selando um acordo com a contemporaneidade“, afirma José Henrique Barreto, um dos curadores. “Além do valor conceitual do registro fotográfico como obra de arte, a mostra irá propiciar uma leitura criativa reverberando novos sentidos e experiências advindas desta produção artística”, completa.

As fotografias expostas foram impressas como rótulos e inseridas em compotas de doces. As fotos se dividem entre registro e obra, “promovendo o entrelaçamento das poéticas visuais de artistas, possibilitando a interlocução com a vivência de outros pela criação de uma mostra plural e processual”, ressalta o curador Luiz Cláudio Campos.

Foto: Ana Paula Nobre

A magia e a popularidade que envolve a devoção a São Cosme e São Damião foram o ponto de partida para a proposta, agregando posteriormente o real e o imaginário de cada artista. Neste conjunto de imagens fica perceptível uma nova realidade que se apresenta, abrindo espaço para releituras e referências. Propõe-se a criação a partir de conexões e interlocuções entre cultura, visão social e o desenvolvimento de ações multidisciplinares.

“A apresentação desses trabalhos é uma oportunidade de trazer ao público um espectro amplo e variado da produção artística que vêm se desenvolvendo em diferentes cenários, comungando, sob o olhar híbrido da fotografia aprisionada em vidros de compotas, diversas formas de expressão visual”, diz Luiz Cláudio Campos.

SERVIÇO
Exposição ‘Doce de Santo’
Visitação: Até 19 de março
Onde: Capela do MAM-BA
Quando: De terça a domingo, das 13h às 18h
Entrada gratuita

Fonte: Secult BA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31