MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Espaço também irá lançar edital com planta atualizada da área expositiva e produzirá catálogos para os artistas selecionados 22 de Janeiro de 2016

No segundo semestre de 2015, o BDMG Cultural passou a fazer parte do Circuito Liberdade. É agora o décimo terceiro espaço a integrar o conjunto de equipamentos culturais que inclui a Biblioteca Pública, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), o Memorial Minas Vale, o Centro de Arte Popular Cemig, o Espaço do Conhecimento da UFMG e o Museu Mineiro, entre outros. 

Consolidando essa aproximação aos demais equipamentos, a partir de 2016, os shows dos vencedores do ‘Prêmio BDMG Instrumental’ serão realizados no CCBB. Já as apresentações do projeto ‘Dois na Quinta’ irão acontecer no teatro da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa.

Para quem acompanha a programação do ‘Dois na Quinta’, a série de shows tem previsão de início para março. Como no ano passado, serão realizados encontros inéditos com cantores e compositores mineiros, com apresentações produzidas especialmente para o projeto.

A 16ª edição do Prêmio BDMG Instrumental também dá continuidade aos shows dos vencedores da premiação, com a participação de músicos renomados. Este ano, as inscrições para compositores e instrumentistas interessados em participar do prêmio começam em fevereiro. O edital será disponibilizado em breve no site do BDMG Cultural.

“A integração com o Circuito Liberdade vai permitir maior divulgação dos eventos, além de contribuir na consolidação da região como um dos mais importantes corredores artísticos da cidade”, avalia o presidente do BDMG Cultural, João Paulo Cunha. Ele salienta ainda o fato de se criar uma programação única, que valoriza as características de cada um dos equipamentos que compõem o Circuito.

Novas instalações

Outra novidade na Casa é a reforma de sua galeria de arte. As obras começaram em outubro do ano passado e a adequação física já está concluída, com novas paredes que ampliam a área expositiva. A próxima etapa a ser realizada inclui a reforma da parte elétrica, uma nova iluminação e a instalação de equipamentos de áudio e multimídia. O novo mobiliário da galeria foi desenhado especialmente para o espaço e terá diferentes funções, dependendo do tipo da mostra.

No mês de março também está previsto o lançamento do edital Mostras BDMG para 2016. O regulamento vai disponibilizar uma planta atualizada da galeria, incluindo todos os equipamentos que poderão ser utilizados nas propostas que serão avaliadas pela comissão de seleção. A produção de catálogos para as exposições dos artistas selecionados é outro diferencial do edital deste ano.

 

Fonte: SEC MG

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 25/01/2016 - 7 visitas até 11:38h)

SÃO PAULO, São Paulo - Nas comemorações dos 462 anos da Cidade de São Paulo o Museu Paulista da USP e a Pinacoteca do Estado abrirão ao público a exposição “Coleções em diálogo: Museu Paulista e Pinacoteca de São Paulo”, que remete à origem comum e às interligações históricas destas instituições centenárias e simbólicas da cidade.

Uma importante mostra do acervo do MP, antes exposto no Edifício-Monumento, estará novamente aberta à visitação pública graças à parceria, que irá transformar o segundo andar da Pinacoteca em uma área de acolhimento e diálogo.

A abertura da exposição acontece no dia 25 de janeiro, às 11h, como parte das comemorações do aniversário da cidade de São Paulo, e ficará aberta ao público até o início de 2017. As visitas seguem o horário de funcionamento da Pinacoteca.

A Pinacoteca do Estado de São Paulo fica na Praça da Luz, 02, ao lado da Estação da Luz.

 

Fonte: USP

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 25/01/2016 - 8 visitas até 11:41h)

`SÃO PAULO, São Paulo - No dia 25 de janeiro, às 15h, o Museu Paulista promove a oficina “Descobertas no Parque”. O encontro irá trabalhar as percepções dos participantes durante um percurso especial pelo Parque da Independência.

Voltada para pessoas de diferentes faixas etárias, a atividade irá trabalhar com elementos que aguçam a percepção por meio dos sentidos. O ponto de encontro será em frente ao Museu Paulista.

Museu Paulista

Parque da Independência, s/n.º - Ipiranga CEP 04263-000 São Paulo.

Inscrição Prévia Obrigatória

Informações pelo telefone (11) 2065-8055.

http://www.eventos.usp.br 

 

Fonte: USP

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 25/01/2016 - 8 visitas até 11:47h)

MINAS GERAIS, Tiradentes - A Mostra de Cinema de Tiradentes, evento de audiovisual mais tradicional de Minas Gerais e uma referência no país, chega a sua 19ª edição entre 22 e 30 de janeiro de 2016.

A diversidade da produção cinematográfica brasileira – uma trajetória rica e abrangente que ocupa espaço de destaque no centro da história do audiovisual e no circuito de festivais realizados no Brasil orquestram a programação.

Consolidada como a maior plataforma de lançamento do cinema brasileiro independente, a Mostra de Cinema de Tiradentes inaugura o calendário audiovisual brasileiro apresentando ao público mais de 100 filmes brasileiros em pré-estreias mundiais e nacionais e, ainda, reúne todas as manifestações da arte no cenário da barroca Tiradentes.

Homenagens, oficinas, debates, seminário, exposições, lançamento de livros, teatro de rua, shows musicais, performance, encontros e diálogos, atrações artísticas numa programação cultural abrangente oferecida gratuitamente ao público.

Nos seus 19 anos de existência, a Mostra Tiradentes cresceu e se desenvolveu gradativamente. Apostou na inovação, apresentou uma nova geração de realizadores que têm propósitos instigantes e criativos, que fazem cinema com vontade própria, com vigor.

A pluralidade de conteúdos audiovisuais, advindos das mais diversas fontes, expressa a programação desta edição que reafirma o compromisso com o cinema brasileiro, com a sociedade que o origina, com as representatividades políticas, com as mudanças, influências e tendências do audiovisual.

O cinema começa em Tiradentes

Por Angelo Oswaldo, secretário de Estado de Cultura

O ano cinematográfico brasileiro começa em Tiradentes. A 19ª edição da Mostra promovida pela Universo Produção assinala essa abertura e o faz com o brilho que a caracteriza. Revigora-se o êxito do evento que, ao longo de duas décadas, só fez crescer, em termos de reconhecimento e prestígio. O mundo do cinema acorre a Tiradentes a fim de participar de todos os lances da programação, sintonizada com o que há de melhor no país. 

O Governo de Minas Gerais e a Secretaria de Estado de Cultura são parceiros da 19ª Mostra de Cinema, identificando no audiovisual uma das expressões mais ricas e generosas da economia criativa. É nesse sentido que se viabiliza um programa amplo de articulação dos segmentos indispensáveis ao sucesso de uma política pública de audiovisual no Estado. 

Os primeiros passos foram tomados para que se consolide, no ano que se inaugura em Tiradentes, a sonhada plataforma de apoio ao setor, em todas as suas dimensões. Dos projetos às salas de exibição, dos polos de produção ao arquivamento do patrimônio fílmico, do acesso a tecnologias inovadoras aos festivais, como a Mostra pioneiramente lançada em 1998, o programa define a trajetória do sucesso almejado. Minas Gerais é a pátria do cinema brasileiro e reafirma essa origem ao trazê-lo a Tiradentes, onde o celebramos com a certeza do papel que nos cabe na continuidade de sua história.

 

Fonte: SEC MG

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 25/01/2016 - 8 visitas até 11:44h)

MINAS GERAIS, Belo Horizonte -  Os participantes da oficina Encontro no Museu, que ocorrerá de 2 a 4 de fevereiro, visitarão o circuito de museus de Belo Horizonte e contarão com espaço coletivo para criação de pinturas, esculturas, desenhos e outras obras. No último dia, será montada uma exposição. 

O professor Gabriel Cândido Carneiro, que ministrará a oficina, explica que “as visitas durante os dois primeiros dias servirão de inspiração para a concepção do tema que norteará a criação das obras”. 

Gabriel Carneiro é graduando em Museologia na UFMG e atua em projetos de curadoria, expografia e acessibilidade para exposições e para museus. Tem experiência na realização de exposições de arte contemporânea.

Vagas: 20 

Carga horária: 18 horas 

Período: 2 a 4 de fevereiro 

Horário: 10h às 12h e 14h às 17h (terça e quarta-feira) e 10h às 12h e 14h às 20h (quinta-feira) 

Classificação etária: a partir de 16 anos 

Local: Espaço do Conhecimento UFMG – 2º andar – sala de oficinas

 

Fonte: UFMG

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 25/01/2016 - 9 visitas até 11:49h)

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30