BRASIL, Brasília - A maré alta voltou a inundar Veneza hoje (15). Conhecido como acqua alta, o fenômeno elevou o nível da água para 1,5 metro, 33 centímetros menos do que na última terça-feira (12).


REUTERS/Manuel Silvestri

Mesmo assim, a subida da água foi suficiente para deixar a cidade 70% submersa.

Por volta das 9h20 (horário local), a Praça de São Marcos, principal ponto turístico da cidade, foi interditada. Segundo o Conselho Municipal, não havia condições de circulação no local.

Esse foi o quarto dia consecutivo de cheias. As escolas continuam fechadas, assim como o comércio e os restaurantes. O estado de emergência foi declarado. Há milhões de euros em prejuízos, mas os estragos podem ser muito maiores. O governo italiano afirma que as perdas atingem 1 bilhão de euros.

No início da tarde (horário local), o nível da água desceu para 1,3 metro. No entanto, a chuva intensa e os ventos não deram trégua. O sistema Moses, conjunto de muralhas no fundo do mar destinado a proteger a cidade, só deve ficar pronto em 2021.

Fonte: Agência Brasil (Com informações da RTP, televisão pública portuguesa)

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31