BRASIL, Belo Horizonte - O programa de Pós-graduação em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável da Escola de Arquitetura da UFMG recebe, nesta quarta-feira, 23 de maio, três professores da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), de Moçambique, para a palestra 'Patrimônio cultural em Moçambique', que será realizada às 14h, na sala 200, da Faculdade (Rua Paraíba, 697 – Savassi).

Vista da Ilha de Moçambique, onde grupos da UFMG realizaram pesquisas por dois anos/ Pós-graduação em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável (UFMG)

O evento consistirá em um relato da experiência integrada entre UFMG e a UEM, em 2015 e 2016, quando as duas universidades participaram do Programa Pró-mobilidade Internacional da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (Capes-Aulp).

Foram realizadas pesquisas conjuntas relacionadas ao campo do patrimônio cultural por meio do intercâmbio de alunos e professores de graduação e pós-graduação. Da UFMG participaram acadêmicos dos cursos de graduação em Conservação-Restauração de Bens Culturais Móveis, Artes Visuais e Arquitetura e Urbanismo, além dos programas de Pós-graduação em Artes e em Ambiente Construído e Patrimônio Sustentável.

De Moçambique vieram pesquisadores da graduação e programas de pós-graduação da Escola de Comunicação e Artes (ECA), da Faculdade de Arquitetura e Planejamento Físico (FAPF) e da Faculdade de Letras e Ciências Sociais (FLSC).

Segundo a coordenadora do curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da UFMG, professora Yacy-Ara Froner Gonçalves, as questões sobre patrimônio cultural foram discutidas à luz das perspectivas da economia criativa e da sustentabilidade. “Tais conceitos consideram primordial a preservação das matrizes vernáculas de produção – do artesanato à arquitetura – com base nos dividendos coletivos que a manutenção dessas tradições gera às comunidades", explica a professora. Ela acrescenta que essa frente teórica também promove reflexões sobre o papel socioeducativo de museus e monumentos, do turismo cultural como base primordial para a geração de empregos e, a partir deste aporte econômico, da conscientização sobre o valor dos bens culturais das coletividades.

Participam da palestra os professores Carlos Trindade, da Faculdade de Arquitetura e Planejamento Físico (UEM), Joel Tembe, diretor do Arquivo Histórico de Moçambique, e Solange Macamo, ex-diretora do Patrimônio Cultural de Moçambique (FLCS-UEM).

Em seguida, será lançado o livro Patrimônio cultural e sustentabilidade, organizado pela professora Yacy-Ara Froner. Às18h, no mezanino da Escola, ocorre a abertura da intervenção fotográfica Notas de viagem, que poderá ser visitada até o dia 29 de maio.

Fonte: UFMG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31