ITÁLIA, Milão - Morreu na madrugada desta segunda-feira (31) em Milão, aos 95 anos, o escultor e ourives Silvio Gazzaniga, o italiano que criou o design da taça entregue aos vencedores da Copa do Mundo.

"Ele morreu serenamente durante o sono em sua casa. Ele foi dormir ontem à noite e nesta manhã nós percebemos que ele não respirava mais", disse o filho do artista, Giorgio.

Silvio Gazzaniga e a taça

Nascido em Milão, Gazzaniga havia se formado como escultor nas escolas de arte locais, no período do "fervor" da vanguarda italiana, na década de 1940. Mas, o ano que mudou sua vida foi 1970 quando, após a vitória do Brasil no Mundial daquele ano deu ao país, de maneira definitiva, o então troféu Jules Rimet.

Por isso, a Fifa decidiu fazer uma nova taça e abriu um concurso mundial. Entre as 53 obras recebidas, a do italiano foi a escolhida. Segundo uma explicação do próprio Gazzaniga, a peça representa a "alegria e a exultação". São dois jogadores estilizados que, felizes, carregam o mundo todo.

A data do funeral ainda não foi marcada, mas Giorgio informou que a despedida final deve ocorrer na igreja de San Pio X, a paróquia frequentada pelo pai e por sua mãe, Elisa. Depois, o corpo será cremado. "Era o desejo do meu pai comunicada há mais de 20 anos", informou.

Fonte: Agência ANSA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31